domingo, 24 de junho de 2012

Suspeito de assassinar e esquartejar esposa é preso em Pernambuco



Um homem foi preso por ser suspeito do assassinato de sua mulher em Jaboatão dos Guararapes (PE). Ele teria a matado com golpes de madeira e de barra de ferro, na manhã do último sábado (23/6). Em seguida, Luiz Antônio dos Santos Junior, 34 anos, esquartejou o corpo da sua esposa, Mirtes Juliana Araújo, 30 anos. O motivo seria uma discussão por conta da casa onde o crime aconteceu, no bairro de Vila Sotave, em Jaboatão dos Guararapes, em que o casal morava com um filho. Após a matar, ele esquartejou o corpo e colocou os pedaços em três sacos de lixo. Os restos mortais foram levados em dois ônibus para a casa da mãe do suspeito, em Vila Rica.
Em depoimento, Luiz Antônio revelou ter sido acordado pela mulher no sábado. Ela queria que ele deixasse a casa em que moravam. A residência pertencia a Mirtes, que desejava a separação após 11 anos de convivência. O homem disse à polícia que vítima teria o ameaçado com uma faca. Como não gostou da atitude da esposa, ele a golpeou com um pedaço de madeira e com uma barra de ferro.
Mirtes desmaiou. Ao acordar, o marido seguiu com a sequência de golpes. Ela não resistiu e morreu. Luiz Antônio então esquartejou o corpo. Os pedaços foram colocados em três sacos de lixo, transportados, um de cada vez, em um ônibus, até a casa da mãe dele, de 67 anos, localizada em Vila Rica, também em Jaboatão dos Guararapes. 
Ao chegar em casa, já de noite, a senhora encontrou os sacos e os abriu. Ao ver a cabeça da nora, ela não acreditou e resolveu chamar uma vizinha para confirmar. A amiga viu e disse que havia visto Luiz Antônio chegar ao local com os sacos. Elas chamaram a polícia.
Enquanto os policiais estavam na casa da mãe de Luiz Antônio, o suspeito telefonou. Ele confessou ter assassinado Mirtes. Assim, a polícia seguiu em diligências pelas proximidades e acabou o prendendo.
Luiz Antônio foi levado para o DHPP, onde confessou o crime. Ele foi autuado por homicídio quadruplamente qualificado, por não dar chance de defesa, pelo esquartejamento, crueldade e ocultação de cadáver. O homem foi encaminhado ao Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no final da manhã de hoje.
Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!