segunda-feira, 10 de outubro de 2011

TJDF aceita denuncia contra professor que matou aluna


O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) acatou, nesta segunda-feira (10/10), a denúncia do Ministério Público do DF contra o professor de direito Rendrik Vieira Rodrigues, 35 anos. Ele confessou ter assassinado a tiros a estudante Suênia Sousa Farias, 24, no dia 30 de setembro. O réu tem 10 dias, a partir da entrega da intimação, para apresentar a defesa.
Começa agora a fase de instrução, onde as partes serão ouvidas. Na decisão desta segunda-feira, o juiz Sandoval Gomes de Oliveira verificou que "há materialidade e indícios do crime". Segundo o promotor Maurício Miranda, é provável que o professor enfrente o júri popular.

Crime
Suênia foi morta com dois tiros na cabeça e um no tórax disparados pelo professor de direito pouco depois de sair da faculdade, por volta das 13h30 da sexya-feira (30/9). Segundo depoimento de familiares, a moça se envolveu com Rendrik por um período de dois meses em que esteve separada do marido. Há três meses ela reatou o casamento e passou a receber ameaças do professor, que não aceitou o fim do relacionamento.Rendrik esperou a universitária sair da faculdade, na Asa Norte, entrou no carro da moça e seguiu com ela em direção à Estrutural. Segundo o delegado Alexandre Nogueira, chefe da 27ª Delegacia de Polícia, no Recanto das Emas, os disparos podem ter ocorrido com o carro em movimento. Após rodar por horas com o corpo dentro do carro da vítima, o professor foi para a 27ªDP e se entregou.
Fonte: Correioweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!