domingo, 23 de outubro de 2011

Médicos negam que Chávez tenha 2 anos de vida

Três médicos que tratam do presidente venezuelano Hugo Chávez negaram que ele tenha somente dois anos de vida, em uma coletiva de imprensa no principal hospital militar da capital, Caracas. 
A afirmação foi feita pelo médico Salvador Navarrete, que deixou o país, dizendo temer se sentir ameaçado. Ele havia dito à revista mexicana Milénio, publicada no início da semana, que Chávez tem uma forma de câncer muito agressiva. No entanto, um membro da equipe médica de Chávez disse nesta sexta-feira que Navarrete estava errado e que não tinha acesso ao histórico médico do presidente.
Em seu primeiro comentário oficial sobre a saúde do líder venezuelano, os três médicos afirmaram que Salvador Navarrete estava mal informado e que ele teve um contato mínimo com Chávez há dez anos."O presidente, do ponto de vista do câncer, foi diagnosticado e tratado cedo. Ele se submeteu aos tratamentos apropriados na sequência e seu estado atual é bastante satisfatório, com um prognóstico excelente", disse um dos médicos, Fidel Ramírez."Navarrete não era o médico de Chávez, nem uma pessoa de confiança, nem um membro de sua família." No entanto, os especialistas não disseram qual é o tipo de câncer de Chávez.

Sigilo

Na última quinta-feira, Hugo Chávez disse que está livre de células cancerígenas em seu corpo, ao retornar de check-ups médicos feitos em Cuba depois de quatro ciclos de quimioterapia.Salvador Navarrete disse à revista Milénio que Chávez tem uma forma de câncer muito agressiva, um sarcoma, na região pélvica.A informação teria sido obtida de integrantes da família de Chávez, com quem ele teria mantido contato após ter tratado do presidente venezuelano 10 anos atrás."Estou preocupado que o presidente e aqueles a seu redor não saibam da total magnitude de sua doença, já que tudo foi tratado de forma completamente sigilosa", disse ele.Na última sexta-feira, o jornal esquerdista de oposição Tál Cuál publicou uma carta assinada por Navarrete dizendo que "os eventos que se seguiram" à sua entrevista"o obrigaram" a deixar a Venezuela com sua família "de forma abrupta", sem dar mais detalhes.Ele teria recebido a visita de policiais que revistaram sua casa após a publicação da revista.
O presidente Venezuelano já havia dito anteriormente que seu tratamento havia sido bem-sucedido, mas os segredos que ainda envolvem a doença do presidente alimentaram especulações sobre seu estado de saúde.No mês passado, ele negou relatos da mídia americana de que ele teria sido levado para o hospital com falência renal em decorrência de seu tratamento contra o câncer.Aos 57 anos de idade e no poder desde 1999, Chávez sempre insistiu que se recuperaria a tempo de conseguir se reeleger em 2012.Médicos dizem que os pacientes devem esperar pelo menos dois anos após o tratamento contra o câncer para que possam ser considerados fora de perigo.
Fonte: BBC Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!