quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Mulher finge próprio sequestro para chamar a atenção do ex-namorado

Na Grande São Paulo, uma denúncia de sequestro mobilizou a polícia por cinco dias. Só que quando o caso foi resolvido, descobriu-se que todo o trabalho foi à toa. A suposta vítima confessou que era tudo invenção. Ela queria chamar a atenção do ex-namorado.

A mulher fez ligações para ele em tom desesperado, dizendo que estava no cativeiro e chegou a fazer cortes no rosto para fingir que tinha sido agredida. A farsa acabou nesta terça-feira (24), quando a polícia encontrou a falsa sequestrada na praia.
Gisele Lima Sanciani, de 25 anos, mobilizou a polícia de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, nos últimos cinco dias. De um suposto cativeiro, ela ligou para o ex-namorado. Disse que havia sido sequestrada.
Mulher: “Eles não deixam eu falar. Eles só deixaram eu falar com uma pessoa. Tem um cachorro enorme aqui do lado, eu não posso sair daqui!”.
Homem: “Mas o que eles querem com você? Eles querem dinheiro?”
M: “Não, eles não falam em dinheiro”.
H: “Não chora não, não chora não. A gente vai dar um jeito, está bom?”
O ex-namorado e a família de Gisele chamaram a polícia, que desconfiou.
“É muito difícil que uma pessoa sequestrada fique de posse do próprio telefone. E por esse próprio telefone, o telefone dela, ela fez contato, o que nos deixou um pouco desconfiados”, diz o delegado Kazuoshi Kawamoto.
Em uma das ligações, ela deu a pista para os investigadores. A mulher estava na cidade de Praia Grande, no litoral de São Paulo, onde a família tem uma casa.
M: “É na praia, Raul, é na praia!”
H: “Eu sei. A polícia já está atrás. Eles já sabem que você está por aí.”
M: “Ele está dormindo, vem agora!”
Mesmo depois de ter sido encontrada pelos policiais, Gisele afirmava que tinha sido sequestrada. Ela tinha cortes no rosto e em um dos braços, e dizia que os bandidos tinham jogado álcool no corpo dela. Mas na delegacia, os investigadores mostraram todas as provas de que ela estava mentindo.
Em depoimento, Gisele afirmou que inventou o sequestro para ‘chamar a atenção’ do ex-namorado. Ela raspou parte das sobrancelhas, cortou os cabelos, e com uma faca, fez vários cortes superficiais. Tudo para simular que havia sido agredida no cativeiro.
Gisele Sanciani foi encontrada pela polícia em um quiosque no litoral de São Paulo. Ela vai responder em liberdade por falsa comunicação de crime. Nem ela nem o namorado quiseram comentar o caso.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!