terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Cresce 700% o número de mortes em rodovias federais no início de 2013


A Imprudência, aliada a um grande fluxo de veículos, é apontada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), como a principal responsável pelas mortes nas rodovias. Nos primeiros sete dias do ano, 14 mortes já foram registradas nas estradas federais que cortam o Piauí, um crescimento de 700% se comparado ao mesmo período do ano passado. 

Segundo dados da PRF, nos sete primeiros dias do ano foram registrados 42 acidentes em todo estado, com 41 feridos e 14 vítimas fatais. As estatísticas mostram que houve uma mudança no perfil das vítimas e dos veículos envolvidos em acidentes. Ano passado os motociclistas foram os principais acidentados, já os dados atuais mostram que caminhoneiros e passageiros em viagens lideram os números.

O acidente entre uma Van e uma carreta na BR-316 na manhã de sábado (05) pesou nas estatísticas, foram 10 mortos. O motorista do caminhão teria dirigido por 17h seguidas, já a Van que viajava com excesso de passageiros não passou por nenhuma fiscalização do estado do Ceará até o Piauí.

"Nem todos os postos e os quilômetros de rodovias são fiscalizados 24h com a presença permanente de guardas rodoviários, além disso quem realiza o transporte irregular sempre buscas horários de menos movimentação policial e rotas alternativas para dribla a fiscalização”, disse o inspetor da PRF, Alexandre Cruz.

Para o especialista de trânsito, Bernardo Aguiar, é preciso além de muita prudência, respeitar os limites do corpo antes de pegar a estrada. “O condutor deve está relaxado, e não pode colocar a vida dele em risco retardando o sono porque à medida que o esforço vai sendo continuo os reflexos vão diminuindo”, disse.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!