segunda-feira, 30 de julho de 2012

Concurso escolhe as cinco mais belas imagens da Terra vista do espaço

O Serviço Geológico dos Estados Unidos selecionou as melhores imagens feitas pela Nasa da Terra vista do espaço e, com algumas manipulações de cor, lançou a série 'Terra como arte'. 

Em 1º lugar, uma imagem no estilo de uma pintura impressionista do Van Gogh, redemoinhos de uma enorme quantidade de fitoplâncton contrastam com as águas escuras do mar Báltico (NASA's Goddard Space Flight Center/USGS)



 Na imagem acima, que ficou em 5º lugar, é possível ver um rosto, desenhado pelas áreas inundadas do lago Eyre, na Austrália.  (NASA's Goddard Space Flight Center/USGS)


 Na imagem que ficou em segundo lugar é possível ver lagos que se espalham pelo delta do rio Yukon, no sudoeste do Alasca. (NASA's Goddard Space Flight Center/USGS)

 Desde 1972, as imagens de satélite se transformaram uma referência para ajudar a ciência em pesquisas sobre o uso da terra e dos recursos naturais.
 No entanto, esta galeria mostra que além da contribuição para a ciência, imagens de satélite revelam uma grande beleza, com paisagens sensacionais de vales, montanhas, ilhas e florestas.

Fonte: G1

domingo, 29 de julho de 2012

Preso suspeito de matar menina a 20 facadas no Rio, diz polícia

Um homem foi preso na manhã deste domingo (29) suspeito de matar uma menina de 9 anos dentro de casa, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na noite da sexta-feira (27). As informações foram confirmadas pela Polícia Civil. 

A vítima, segundo a polícia, levou 20 facadas. Até as 10h deste domingo, a polícia ainda não tinha divulgado mais informações sobre a prisão. De acordo com a Polícia Militar, o corpo da menina foi encontrado debaixo da cama. 

Ela também teria sido abusada sexualmente. O suspeito, identificado como Gilmar Cunha, foi levado para a Divisão de Homicídios (DH), na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste. O crime Policiais militares do 40º BPM (Campo Grande) foram acionados para o local. 

O crime aconteceu na Estrada do Pré. De acordo com a Polícia Militar, a mãe da vítima alegou que não estava em casa na hora do crime porque havia ido à igreja.

Fonte: G1

Nono dígito em celulares de São Paulo terá 10 dias de transição

Os celulares de São Paulo com DDD 11 ganham a partir deste domingo o dígito 9 à frente do número atual. 

A Anatel alerta para "instabilidades pontuais" nos serviços, por conta da migração dos equipamentos e sistemas, e avisa que usuários que se esquecerem de acrescentar o 9 continuarão a ter suas chamadas completadas por conta de um período de transição que vai até o dia 7 de agosto. Após esta data, começa um período em que as ligações serão gradualmente interceptadas e receberão uma mensagem explicando as mudanças. Ficará a critério das operadoras decidirem se, depois da mensagem, a ligação será completada ou interrompida. Somente após 15 de janeiro de 2013 a ligação sem o dígito 9 vai deixar de ser completada. 

O nono dígito deve ser acrescentado, no momento da discagem, por todos os usuários de telefone fixo e móvel que ligarem para telefones celulares da área 11, independentemente da sua localidade de origem. Ou seja, quem ligar de outros Estados para celulares da área 11 também deverá marcar os nove dígitos para que a chamada seja completada. A área 11 abrange 64 municípios de São Paulo, inclusive a capital. A agenda com os contatos terá que ser alterada pelos próprios usuários, mas já existem aplicativos que podem ser usados em smartphones para fazer a mudança. 

Os novos números habilitados a partir deste domingo já virão com o nono dígito, assim como nos pedidos de portabilidade numérica. A inclusão de mais um dígito vai permitir o uso de numerações atualmente iniciadas por 2, 3, 4 e 5, que hoje só são utilizadas na telefonia fixa. 

Nos últimos 12 meses houve um crescimento de 17% no número de telefones móveis na região, com a habilitação de cerca de 5 milhões de novas linhas. Segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), todo o custo da mudança está sendo arcado pelas prestadoras e não implicará em nenhuma cobrança para o cliente. A entidade garante que as empresas estão trabalhando desde o ano passado na adequação de sistemas e redes e nos últimos meses têm realizado uma série de testes do novo formato.

Fonte: IG

sábado, 28 de julho de 2012

Em Brasília - Mulher é estuprada na frente do marido dentro de casa em assalto na Asa Sul

Uma mulher foi estuprada na frente do marido dentro da própria casa durante um assalto na Quadra 703 da Asa Sul, na madrugada da sexta-feira (27/7). Dois homens armados renderam o dono da casa quando ele saia para trabalhar, por volta de 4h. 

Os criminosos fugiram no carro da família e levaram duas televisões, microondas, uma câmera fotográfica, roupas, dvd e outros objetos. Segundo a família da mulher, a dupla abordou o marido no corredor da residência e pediu que ele os acompanhasse. O casal foi amordaçado e amarrado no momento do assalto. O pai da vítima violentada acredita que o crime foi planejado por conta do horário que o genro saia de casa. 
Depois de colocarem os objetos roubados na pick-up Montana, os bandidos voltaram ao apartamento para consumarem o estupro.

 De acordo com a irmã da moça, eles fizeram o marido abaixar a cabeça para não ver a cena, mas mesmo assim, o cunhado teria conseguido escutar toda a ação. A mulher, de 32 anos, é gerente comercial de uma agência de modelos e o marido, 27, é dono de uma fábrica de salgados. Segundo o pai da abusada, os dois foram agredidos fisicamente e ameaçados de morte durante toda a ação.

Fonte: CorreioWeb

Corpo de servidora do Senado morta pelo ex-marido será enterrado neste sábado

erá sepultado no sábado no Cemitério Campo da Esperança em Brasília (DF), o corpo da analista legislativa do Senado Cristiane Yuriko Miki, de 41 anos. A mulher foi morta a facadas pelo marido, Romeu Costa Ribeiro, de 55, quando retornavam de viagem para Belo Horizonte pela BR-040, na tarde de quarta-feira, mas o corpo foi levado para Brasília somente na quinta, onde ela morava com os dois filhos do casal, uma menina de 9 anos e um menino de 5.

Segundo o delegado que assumiu as investigações, Ricardo Reis Neto, da Delegacia de Polícia Civil de Ouro Preto, o empresário confessou o crime e foi autuado por homicídio doloso. A principal hipótese é de que tenha sido um crime passional, mas será preciso esclarecer detalhes sobre a convivência do casal. “Foi um crime cometido sem testemunhas e a convivência do casal não se dava em Minas. A mulher morava em Brasília e ele trabalhava viajando, mas a residência dele também seria lá.

Detalhes sobre a convivência é o que precisamos esclarecer, mas como eles não moravam aqui vai demandar um trabalho maior. Temos que entrar em contato com quem convivia para saber se haveria outro motivo”, explica. Cristiane Miki, que trabalhava na Secretaria-Geral da Mesa do Senado, estava em Minas para ver a filha do casal, que passava férias em São João del-Rei, no Campo das Vertentes, e teve que ser submetida a uma cirurgia de apendicite. O casal seguia para Belo Horizonte quando, no trecho que antecede a descida do antigo Viaduto das Almas, teve início a agressão. O caminhoneiro disse aos policiais que o Gol dirigido pelo agressor vinha em zigue-zague pela rodovia e que percebeu que a mulher estava ensanguentada. 

O marido da vítima disse à polícia que a faca estava no carro há 10 dias e era usada pra descascar frutas. As agressões teriam começado durante uma discussão. “Ele falou que realmente estariam em processo de separação mas, de fato, descobrimos que eles não eram casados oficialmente, mas tinham união estável. Um dos pontos da discussão seria sobre encontros com os filhos”, explica Ricardo Reis Neto. Como os envolvidos do caso não viviam em Minas Gerais, as investigações vão contar com a ajuda da Polícia Civil de Brasília, de acordo com o delegado. “O processo, pelo meio normal é formar, é feito por cartas e precatórios, solicitando que a Polícia Civil acione as pessoas lá. Como está fora da nossa circunscrição, não podemos fazer diligências. 

Temos que pedir que essa investigação seja feita por lá. Mas, nossos investigadores entraram em contato com pessoas relacionadas ao caso”, afirma. De acordo com os primeiros levantamentos, Cristiane foi atingida por quatro facadas, o que deverá ser confirmado pelo exame de necropsia. Quando os policiais chegaram ao local, Romeu estava sobre o corpo da mulher, chorando, dizendo-se arrependido.

Fonte: CorreioWeb

Seis policiais Federais vão responder por tortura no DF

O delegado da Polícia Federal Anderson Gustavo Torres e os agentes Luiz Antônio Pinelli, Luiz Ribamar de Brito, Luciane Faraco, Roberto Matsuuchi e sua mulher, Ana Cristina Matsuuchi serão julgados pela 12ª Vara Federal do Distrito Federal.

 A informação foi confirmada pelo Ministério Público. Segundo a acusação, em 2007, os policiais teriam sequestrado e torturado dois rapazes suspeitos de cometerem um furto na casa dos agentes Roberto Matsuuchi e Ana Cristina Matsuuchi. A ocorrência teria sido durante o dia, diante de testemunhas. Na ocasião, o delegado Anderson Gustavo Torres abriu uma investigação paralela para descobrir quem eram os ladrões, mesmo sem ter competência legal para isso. 

Segundo o MP, por lei, investigar crimes como esse é função da Polícia Civil. O sequestro teria ocorrido contra Marcelo Lamartine e Clésio Divino, três dias após o assalto à casa dos agentes. No dia seguinte à suposta agressão, as vítimas registraram um boletim de ocorrência, o que resultou na realização de um laudo pericial feito pelo Instituto Médico Legal (IML). 

O resultado da perícia apontou lesões em Clésio Divino no dorso e na região escrotal, feitas com instrumento contundente, que poderia ter sido, por exemplo, a mão de uma outra pessoa um pedaço de madeira ou uma pedra, de acordo com o MP. Se condenados, a pena ainda poderá ser aumentada, pois os acusados são agentes públicos e o crime foi cometido mediante sequestro.

Fonte: CorreioWeb

Exército da Síria iniciou neste sábado (28) uma ofensiva para recuperar as áreas em poder dos rebeldes em Aleppo

O Exército da Síria iniciou neste sábado (28) uma ofensiva para recuperar as áreas em poder dos rebeldes em Aleppo, segunda maior cidade do país, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). 

As forças mobilizadas para a ação, posicionadas há vários dias nos arredores da metrópole, seguem para o bairro de Salahedin, onde estão a maioria dos rebeldes. “Podemos dizer que a ofensiva começou”, disse Rami Abdel Rahman, presidente do OSDH. “Os combates mais violentos desde o início da rebelião acontecem em vários bairros”, afirmou. 

O ativista Hisham al-Halabi disse às agências internacionais de notícias que as tropas governamentais estão usando caças Mig 21, de fabricação russa, e tanques contra os distritos de Salah ad-Din, Seif al Daula e Al Sukari.

Fonte: G1

Morre criança baleada em operação do Bope no subúrbio do Rio

A menina de 11 anos baleada em uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na comunidade da Quitandinha, em Costa Barros, subúrbio do Rio do Rio de Janeiro, morreu por volta das 21h30 da sexta-feira (27). 

A informação foi confirmada pela Secretaria estadual de Saúde. Segundo a Secretaria estadual de Saúde, a menina levou um tiro no abdome por volta das 13h40. Ela foi levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Costa Barros, mas foi transferida para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, também no subúrbio onde foi submetida a uma cirurgia, mas não resistiu.
A Polícia Militar informou que a operação do Bope foi feita apos denúncias de moradores "relatando a presença de lideranças do tráfico no local" que estariam envolvidos com o ataque à UPP de Nova Brasília. Ainda segundo a PM, Bruna se assustou com os tiros, se separou da mãe e foi atingida ao atravessar a rua.

 Ainda segundo a versão da polícia, a mãe pediu ajuda aos policiais para socorrê-la. Não há informações sobre quem efetuou o disparo contra a menina. Policiais do Bope disseram que o tiro que atingiu Bruna partiu dos traficantes. 

A PM informou que "vai investigar todas as possibilidades". A PM disse ainda que, por volta das 16h30, moradores da comunidade da Quitandinha faziam uma manifestação tentando atear fogo em cinco ônibus, que ficaram com parte da alguns pneus queimados.

Fonte: G1

quarta-feira, 25 de julho de 2012

EUA 'justificam' terrorismo contra governo da Síria, diz Rússia

O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, acusou nesta quarta-feira (25) os Estados Unidos de "justificarem" o terrorismo contra o governo da Siria e criticou os países ocidentais por não terem condenado os ataques que mataram autoridades do regime de Bashar al Assad na semana passada.

Referindo-se ao que disse serem comentários da porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Victoria Nuland, que disse que os ataques não eram surpresa por conta da conduta do governo sírio, Lavrov disse: "Isso é uma justificativa direta de terrorismo". 

A Rússia, ao lado da China, vem impedindo medidas do Conselho de Segurança da ONU em relação à crise política síria. 

O contestado regime de Assad enfrenta, desde março de 2011, uma revolta armada que já deixou mais de 17 mil mortos, principalmente civis, segundo a oposição. Os países ocidentais apelam por uma "saída negociada" de Assad do poder. 

O regime afirma estar combatendo "terroristas" que tentam desestabilizar o regime.

Fonte: G1

domingo, 22 de julho de 2012

Denunciada por desvio de verba pública, Deborah Secco luta por liberação de R$ 1 milhão

Dois anos e quatro meses depois de ter sido denunciada pelo Ministério Público, com 87 réus — numa ação de enriquecimento ilícito e improbidade administrativa, num suposto envolvimento com desvio de dinheiro público — a atriz Deborah Secco ainda tem R$ 967 mil e bens bloqueados pela Justiça. E luta para liberá-los até hoje, pois só pode movimentar a conta onde é depositado o salário da TV Globo.


No último dia 25, o juiz Alexandre de Carvalho Mesquita, da 3ª Vara de Fazenda Pública, enviou um ofício ao desembargador Luiz Felipe Francisco, da 8ª Câmara Civil, perguntando "se deve ou não ser deferida a liberação dos valores bloqueados nas contas dos réus", depois que a defesa de Deborah, de seus irmãos Barbara e Ricardo, e de sua mãe Sílvia pediu a suspensão da ação. 

O magistrado analisa o caso. Segundo o Ministério Público, os Secco teriam lucrado mais de R$ 1 milhão no esquema. Na ocasião foram determinados a quebra do sigilo bancário, o bloqueio dos valores dos réus nos bancos, além do arresto dos bens em nome desses.



"Esquema das ONGs"


O inquérito teve início com uma representação do Sindicato dos Enfermeiros, que questionava a contratação de profissionais pela Fundação Escola do Serviço Público (Fesp). 

Com o avanço das investigações, identificou-se um esquema de fraude na qual sete órgãos do governo estadual — como Detran e secretarias de Educação e Segurança — contratavam a Fesp para a execução de projetos vagos, que envolviam o fornecimento de mão-de-obra terceirizada. 

Como não tinha condições para executar tais serviços (e isso era sabido pelos órgãos), a Fesp subcontratava quatro ONGs. Nos contratos, não era especificado, porém, o objeto tampouco o quantitativo do serviço a ser prestado.



Procurada, Deborah Secco não quis se pronunciar. Seu advogado, Rodrigo Soares, também não quis comentar o processo.

sábado, 21 de julho de 2012

Horror em cinema no Colorado faz sobrevivente recordar tiros em cinema de São Paulo

O ataque dentro de um cinema na cidade de Aurora, no Estado americano do Colorado, na madrugada da  sexta-feira, trouxe de volta "lembranças ruins" para o administrador de empresas paulistano Leonardo Vidal, de 38 anos. No dia 3 de novembro de 1999, Vidal, então com 26 anos, assistia, acompanhado de sua namorada da época, à última sessão do filme Clube da Luta em um shopping da zona sul de São Paulo, quando o estudante de medicina Mateus da Costa Meira começou a disparar contra os espectadores. 

 Em entrevista à BBC Brasil, Vidal contou que soube da tragédia nos Estados Unidos pelo rádio na manhã desta sexta-feira. Ele estava sozinho dentro de seu carro a caminho do trabalho. "Na hora, lembrei-me dos momentos terríveis por que passei. Fiquei muito triste", disse Vidal, em alusão ao episódio que ceifou a vida de três pessoas. Ataque "Já passava das 22h30 daquele dia, quando senti um cheiro forte de pólvora vindo da tela. Pensei na hora que era um assalto. 

Na verdade, tratava-se apenas do primeiro dos inúmeros tiros que Mateus ainda dispararia", relembrou Vidal. Meira havia entrado na sessão cerca de 50 minutos após o início da fita. Sentou-se e, pouco tempo depois, levantou-se para ir ao banheiro. 

 Lá, tirou uma submetralhadora da mochila, que havia comprado por R$ 5 mil horas antes, e atirou contra o espelho. Quando retornou à sala, caminhou em direção à tela e efetuou o primeiro disparo. Logo depois, o estudante de medicina atirou contra as 28 pessoas que assistiam ao filme, a maioria sentada do meio para o fundo, causando a morte de três delas. "Não tinha a mínima noção do que estava acontecendo; a sala estava escura. Só ouvia pessoas gritando", afirmou Vidal à BBC Brasil. "A menina que estava sentada ao meu lado (a fotógrafa Fabiana Lobão de Freitas, de 25 anos) morreu na hora. 

O rapaz à minha frente (o analista de sistemas Júlio Maurício Zemaitis, de 28 anos), também. Se ele não tivesse se sentado naquela poltrona, talvez eu tivesse morrido no lugar dele", disse. Tão logo os tiros cessaram, Vidal contou que tateou a parede e caminhou em direção a Meira, na tentativa de ajudar um outro espectador que, aproveitando-se da distração do estudante de medicina, tinha conseguido dominá-lo. "Quando as luzes se acenderam, pude ter exata noção da proporção da tragédia. Havia pessoas feridas e ensaguentadas", afirmou. Traumas Vidal disse que não deixou de ir ao cinema após o episódio e que continua frequentando o mesmo shopping com sua esposa e filhos.

 "Não fiquei traumatizado, mas são lembranças ruins que com certeza me marcarão pelo resto da vida", disse. Ainda assim, até hoje, sempre que lembra do ataque, como nesta sexta-feira, Vidal faz a si mesmo uma pergunta. "Não entendo por que esse sujeito fez isso. A troco de que ele saiu atirando e tirou a vida de três pessoas?", questionou. 

 Em julho de 2004, Meira foi condenado a 120 anos e seis meses de prisão. Três anos depois, os magistrados do Tribunal de Justiça de São Paulo resolveram reduzir sua pena para 48 anos e nove meses. Desde fevereiro de 2009, o ex-estudante de medicina está preso na penitenciária Lemos Brito, em Salvador, na Bahia, onde já tentou assassinar seu colega de cela com uma tesoura.

Fonte: Último Segundo

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Anatel suspende venda de chips de três das maiores operadoras do país

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou em entrevista coletiva a suspensão temporária da venda de chips de três das quatro maiores operadoras de telefonia móvel — TIM, Oi e Claro. 

A Vivo, maior operadora do país, fica de fora. A sanção é resposta à queda na qualidade dos serviços prestados em todo o país e deverá valer até que as empresas apresentem um plano de investimentos em infraestrutura e de metas de qualidade. 

O departamento técnico da agência já definiu os parâmetros do bloqueio que vai atingir sobretudo a TIM. Em Porto Alegre, desde hoje as vendas das quatro operadoras estão proibidas pelo Procon. As vendas da TIM estão suspensas em 19 estados, da Oi em cinco e da Claro em três. 

Além das três maiores operadoras, a Cercomtel e a CTBC também terão de apresentar planos de metas de qualidade. Confira lista de estados onde empresas não poderão vender linhas: 
TIM: Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia eTocantins 
OI: Amazomas, Amapá, Mato Grosso do Sul, Roraima e Rio Grande do Sul 
CLARO: Santa Catarina, Sergipe e São Paulo .

Fonte: Correio Braziliense

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Americano contrai versão de peste que dizimou Europa na Idade Média

Um soldador americano de 59 anos contraiu uma versão da peste negra (também chamada de bubônica), causada pela bactéria Yersinia pestis – presente nas pulgas de roedores – e responsável pela morte de um terço da Europa no fim da Idade Média.


Paul Gaylord pegou a doença ao tentar retirar um rato da boca de seu gato, Charlie, que se engasgou com o roedor e acabou morrendo depois disso.

O americano vive no estado do Oregon, e já perdeu a ponta dos dedos das mãos e os dedões do pé. Além de não ter mais como ganhar a vida, o trailer onde ele mora está infestado de ratos. Em uma foto tirada no dia 11 de julho pela família, o soldador aparece em um hospital da cidade de Bend para tentar se recuperar da peste.

Fonte:G1

Preso que teria ouvido confissão de Bola é recapturado após fuga

O detento Jaílson Alves de Oliveira, que denunciou à Justiça ter ouvido a confissão de um dos réus no caso Eliza Samudio, foi recapturado na noite da terça-feira (17) na Região do Vale do Rio Doce, após fugir de uma unidade prisional em Belo Horizonte.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) não informou as circunstâncias da fuga, mas disse que um procedimento de apuração foi aberto. Oliveira foi ouvido pela Polícia Civil no fim do ano passado e disse que o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, afirmou ter matado a ex-namorada do goleiro Bruno Fernandes, queimado o corpo e jogado em uma lagoa. À época, houve uma acareação, e as declarações foram negadas por Bola e pelo defensor dele. Ainda segundo Oliveira, Bola tinha um plano para matar cinco pessoas envolvidas nas investigação e no processo judicial sobre a morte da ex-namorado do goleiro Bruno Fernandes. Os alvos seriam o delegado Edson Moreira, que presidiu o inquérito; a juíza do processo, Marixa Fabiane Rodrigues; o deputado Durval Ângelo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia de Minas Gerais; o advogado Ércio Quaresma, que já defendeu o goleiro Bruno no processo; e José Arteiro Cavalcanti, que representa a família de Eliza.

De acordo com a Polícia Civil, Oliveira denunciou à Justiça que escutou uma conversa do ex-policial quando estavam na mesma unidade prisional, e o Departamento de Operações Especiais (Deoesp) foi designado para apurar o caso. O suposto esquema revelado envolvia também o goleiro Bruno e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, réus no caso Eliza. Eles negaram envolvimento. De acordo com a Seds, o detento conseguiu fugir nesta terça-feira (17) do Centro de Remanejamento Prisional (Ceresp) São Cristovão, em Belo Horizonte.

A unidade instaurou um procedimento interno para apurar como ocorreu a fuga. Oliveira foi encontrado em São João Evangelista, perto de Guanhães, durante a noite. A Polícia Civil informou que ele foi parado em uma blitz rodoviária, quando estava de moto, e apresentou nome falso antes de reconhecer que era foragido. Aos militares que efeturam a captura, o preso disse que escapou quando trabalhava como pedreiro na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Belo Horizonte. Ele vai ser transferido para a Penitenciária Nelson Hungria, na Região Metropolitana. Bola vai a júri popular por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver referente ao processo sobre Eliza. Já Oliveira está detido por acusação de latrocínio.

Caso Eliza Samudio O goleiro Bruno Fernandes e mais sete réus vão a júri popular no processo sobre o desaparecimento e morte de Eliza Samudio, ex-namorada do jogador. Para a polícia, Eliza foi morta em junho de 2010 na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e o corpo nunca foi encontrado. Em fevereiro de 2010, a jovem deu à luz um menino e alegava que o atleta era o pai da criança. Atualmente, o menino mora com a mãe de Eliza, em Mato Grosso do Sul. O goleiro, o amigo Luiz Henrique Romão – conhecido como Macarrão –, e o primo Sérgio Rosa Sales vão a júri popular por sequestro e cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Sérgio responde ao processo em liberdade. O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, também está preso e vai responder no júri popular por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Dayanne, ex-mulher do goleiro; Wemerson Marques, amigo do jogador, e Elenílson Vítor Silva, caseiro do sítio em Esmeraldas, respondem pelo sequestro e cárcere privado do filho de Bruno. Já Fernanda Gomes de Castro, outra ex-namorada do jogador, responde por sequestro e cárcere privado de Eliza e do filho dela. Eles foram soltos em dezembro de 2010 e respondem ao processo em liberdade. Flávio Caetano Araújo, que chegou a ser indiciado, foi inocentado. Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), não há previsão de data para o julgamento do caso Eliza Samudio. Ainda segundo Oliveira, Bola tinha um plano para matar cinco pessoas envolvidas nas investigação e no processo judicial sobre a morte da ex-namorado do goleiro Bruno Fernandes.

Os alvos seriam o delegado Edson Moreira, que presidiu o inquérito; a juíza do processo, Marixa Fabiane Rodrigues; o deputado Durval Ângelo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia de Minas Gerais; o advogado Ércio Quaresma, que já defendeu o goleiro Bruno no processo; e José Arteiro Cavalcanti, que representa a família de Eliza. De acordo com a Polícia Civil, Oliveira denunciou à Justiça que escutou uma conversa do ex-policial quando estavam na mesma unidade prisional, e o Departamento de Operações Especiais (Deoesp) foi designado para apurar o caso.

O suposto esquema revelado envolvia também o goleiro Bruno e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, réus no caso Eliza. Eles negaram envolvimento. De acordo com a Seds, o detento conseguiu fugir nesta terça-feira (17) do Centro de Remanejamento Prisional (Ceresp) São Cristovão, em Belo Horizonte.

 A unidade instaurou um procedimento interno para apurar como ocorreu a fuga. Oliveira foi encontrado em São João Evangelista, perto de Guanhães, durante a noite. A Polícia Civil informou que ele foi parado em uma blitz rodoviária, quando estava de moto, e apresentou nome falso antes de reconhecer que era foragido. Aos militares que efeturam a captura, o preso disse que escapou quando trabalhava como pedreiro na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Belo Horizonte. Ele vai ser transferido para a Penitenciária Nelson Hungria, na Região Metropolitana. Bola vai a júri popular por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver referente ao processo sobre Eliza. Já Oliveira está detido por acusação de latrocínio.

Caso Eliza Samudio O goleiro Bruno Fernandes e mais sete réus vão a júri popular no processo sobre o desaparecimento e morte de Eliza Samudio, ex-namorada do jogador. Para a polícia, Eliza foi morta em junho de 2010 na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e o corpo nunca foi encontrado. Em fevereiro de 2010, a jovem deu à luz um menino e alegava que o atleta era o pai da criança. Atualmente, o menino mora com a mãe de Eliza, em Mato Grosso do Sul. O goleiro, o amigo Luiz Henrique Romão – conhecido como Macarrão –, e o primo Sérgio Rosa Sales vão a júri popular por sequestro e cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Sérgio responde ao processo em liberdade.

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, também está preso e vai responder no júri popular por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver. Dayanne, ex-mulher do goleiro; Wemerson Marques, amigo do jogador, e Elenílson Vítor Silva, caseiro do sítio em Esmeraldas, respondem pelo sequestro e cárcere privado do filho de Bruno. Já Fernanda Gomes de Castro, outra ex-namorada do jogador, responde por sequestro e cárcere privado de Eliza e do filho dela. Eles foram soltos em dezembro de 2010 e respondem ao processo em liberdade. Flávio Caetano Araújo, que chegou a ser indiciado, foi inocentado. Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), não há previsão de data para o julgamento do caso Eliza Samudio.
Fonte: G1 

terça-feira, 17 de julho de 2012

Paciente morre após médico negar ambulância, denuncia telefonista

Uma paciente de 29 anos morreu na segunda-feira (16) em uma unidade básica de saúde de Ribeirão Preto (SP) depois que o médico responsável pela regulação do Samu recusou uma ambulância para que ela fosse transferida ao hospital.

A negativa ocorreu porque o profissional descobriu que a mulher tinha convênio médico e, na avaliação dele, deveria ser socorrida por uma ambulância particular. Eliane Cristina Maciel Martins sofreu uma parada cardíaca provocada por complicações renais após ficar por duas horas na Unidade Básica de Saúde da Prefeitura aguardando transporte até o Hospital São Francisco, com o qual ela tinha convênio. "Ela foi piorando, saiu sangue do nariz. Ela começou a reclamar de dor no peito enquanto estava falando", disse Ana Lúcia Ferreira da Silva, mãe de Eliane.

O caso foi denunciado pelo telefonista do setor de regulação do Samu, Gerson Ferreira de Carvalho, que intermediou o diálogo entre o médico responsável pelo serviço e a unidade de saúde municipal onde a vítima recebeu os primeiros socorros. "Ele [o médico regulador] retirou o pedido [de socorro] e orientou a paciente a acionar o São Francisco para o resgate", contou. Acesso universal O secretário de Saúde de Ribeirão Preto, Stênio Miranda, disse que uma sindicância será aberta para apurar o caso, pois, segundo ele, o serviço não pode ser negado, mesmo a quem possui convênio.

"Não existe essa delimitação. O sistema público de saúde é um sistema de acesso universal, ou seja, é para todas as pessoas, todos os brasileiros, independente de qualquer condição." São Francisco O Hospital São Francisco comunicou, em nota, que a ambulância do convênio foi acionada logo que recebeu o chamado da unidade de saúde da Prefeitura, mas o atendimento não foi realizado porque a paciente já estava morta. Indignado Carvalho disse que resolveu denunciar o caso à imprensa porque sabia que havia uma ambulância do Samu disponível para atender a paciente e, mesmo assim, o socorro foi negligenciado. Segundo ele, a ambulância do convênio foi acionada logo em seguida, mas não chegou a tempo. "Eu fiquei indignado porque era uma paciente de 29 anos, não importa se era gravíssimo, se íamos conseguir salvar. Em tese, ela teria mais chance de vida se a UTI tivesse retirado ela do posto onde tem menos recursos e tivesse levado para a UTI do hospital", disse o telefonista.

Fonte: G1

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Polícia investiga cinco médicos suspeitos de abuso sexual contra pacientes

Brasília - Por trás de um jaleco branco e da prerrogativa de terem contato com mulheres, alguns médicos do Distrito Federal estariam abusando sexualmente de pacientes durante consultas. Pelo menos cinco profissionais são investigados pela Polícia Civil suspeitos desse tipo de conduta. 
Quatro integram o quadro de servidores da Secretaria de Saúde do DF. Os crimes teriam ocorrido no Gama, em Taguatinga e no Paranoá. Em um dos casos, um clínico-geral atendeu uma jovem na especialidade de ginecologista e praticou o abuso em uma clínica particular. 
Ele é servidor do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e foi indiciado em abril. Os outros episódios seguem em apuração e envolvem três ginecologistas e um oftalmologista. Casado e pai de dois filhos, o clínico-geral denunciado pela polícia tem 54 anos e teria se oferecido para realizar um exame ginecológico em uma jovem, à época com 20 anos. A paciente aceitou a proposta. A consulta ocorreu em uma clínica em Taguatinga Norte, em 17 de abril. “Achei estranho quando ele se ofereceu para me atender, mas imaginei que fosse profissional. 
Ao longo da consulta, ele teve um comportamento diferente”, contou a jovem, que preferiu não se identificar. Para evitar que o médico fizesse novas vítimas, ela decidiu contar sua história. “Quero que essa denúncia vá em frente, para que ele pague pelo que fez comigo e pense duas vezes antes de fazer isso com outra pessoa.”

Fonte: CorreioWeb

domingo, 15 de julho de 2012

Ela estava dormindo com o inimigo, diz mãe de ex-modelo morta em SP

A mãe da ex-modelo Babila Teixeira Marcos, de 24 anos, morta por golpes de faca há 10 dias no apartamento em que morava, na Zona Sul de São Paulo, disse na tarde de sábado (14) que já havia alertado a filha sobre o risco de viver sob o mesmo teto do marido. Principal suspeito do crime, ele tentou se matar após esfaquear a mulher, segundo a Polícia Civil. “Eu tinha dito para ela: ‘Você está dormindo com o inimigo’”, afirmou a comerciante Rosana Teixeira Marcos, de 49 anos. Ainda abalada pela perda da única filha, a mulher lembra com tristeza do relacionamento conturbado da jovem com o suspeito. “Ele não era ciumento, era possessivo”, disse. 

 O namoro começou há quatro anos e desde o início os pais de Babila não gostaram do genro. A jovem, que desejava ser atriz, largou o sonho e a carreira de modelo, se afastou dos amigos e o trabalho pelo novo amor. Contrariando a vontade dos pais, saiu da casa em que vivia, em São Bernardo do Campo, no ABC, para morar na capital com o marido. O clima entre genro e sogros, que já não era bom, piorou cada vez mais. Rosana e o marido, o também comerciante Alexandre Marcos, de 52 anos, não frequentavam o lar da filha e o marido dela não os visitava. 


Quando a filha encontrava com os pais, o celular dela não parava de tocar. “De cinco em cinco minutos ele ligava, querendo saber onde e com quem estava”, disse a mãe. Os atritos passaram a se tornar mais constantes e, há pouco mais de dois anos, Babila foi ameaçada de morte. Segundo Rosana, na ocasião sua filha ligou desesperada, dizendo que estava trancada num banheiro porque o marido dizia que iria matá-la com um revólver. Os ânimos se esfriaram e mãe, filha, genro e parentes dele foram parar no 35º Distrito Policial, no Jabaquara. Nenhuma queixa foi dada, mas o relacionamento entre o casal acabou. Temporariamente. A jovem voltou à casa dos pais; prestou vestibular e entrou em uma faculdade de publicidade. 


Também conseguiu emprego como vendedora. Meses depois, porém, o ex descobriu onde ela trabalhava e foi procurá-la e Babila resolveu dar uma segunda chance. “Ela era muito boa. Não enxergava o lado podre das pessoas.” Os pais não gostaram da atitude da filha e deixaram de conversar com ela. Pouco tempo depois, porém, a ex-modelo procurou Rosana e Alexandre para contar que estava grávida. Eles decidiram, a contragosto, mas em nome da criança, deixar as diferenças de lado. O genro, segundo Rosana,aparentemente também mudara bastante. “Ele estava bonzinho. Mas sempre controlador.” Além de afastá-la de amigos, ele controlava até as roupas que a jovem usava. “Ele tratava ela como um troféu”, acrescentou Alexandre. Apesar da beleza, Babila havia abandonado de vez as passarelas e passou a dedicar a vida à família. 


Comovidos, os pais dela venderam a casa em que moravam, passando a viver de aluguel, e com parte do dinheiro abriram uma empresa de distribuição de água para a filha. Os galões eram estocados nos fundos do comércio de pipas de propriedade do pai dela e onde Rosana também trabalha. O convívio diário aproximou as duas mulheres. E uma semana antes de ser assassinada, a jovem procurou a mãe para desabafar. “Ela contou que não sentia mais nada pelo marido e que iria se separar assim que o filho fosse batizado. Mas não teve tempo para isso.” Morte Na tarde de 4 de julho, dia em que o Corinthians enfrentou o Boca Juniors na final da Copa Libertadores no estádio do Pacaembu, Rosana e Alexandre insistiram para que a filha ficasse com eles no ABC. A filha, porém, insistiu que tinha combinado ir a um churrasco com o marido na casa de amigos deles. “Quando ela chegou, me passou um rádio. Dei recomendações de mãe, coisa normal. Ela brincou e disse: ‘Ok, patroa’. Foram as últimas palavras que ouvi dela.” 


Amigos do casal disseram a Rosana que o suspeito e sua mulher não brigaram durante o churrasco. A discussão que terminou com o assassinato ocorreu já na madrugada do dia seguinte, no apartamento deles, na Rua Barrânia, no Jabaquara. Segundo a polícia, o homem esfaqueou a ex-modelo e, em seguida, tentou se matar. 

De acordo com a delegada Lisandreia Colabuono, da 2ª Delegacia da Mulher, o irmão do autor do crime encontrou os dois. A modelo já estava morta e o marido, inconsciente. Ele havia perdido muito sangue. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, o suspeito permanecia no sábado (14) internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Doutor Arthur Ribeiro de Saboya, também na Zona Sul. Foi descartada a possibilidade de participação do irmão do suspeito no crime, segundo Lisandreia. Após ser liberado do hospital, o homem deverá ser encaminhado para a carceragem do 26° Distrito Policial, no Sacomã, e responderá por homicídio qualificado. O filho do casal agora vive com os avós maternos. Eles dizem já ter entrado na Justiça com o pedido de guarda do garoto. 


Por enquanto, ele pergunta pouco pelos pais. No sábado, quando o menino viu o carro de Babila sendo manobrado e dizer “mamãe”, seu avô, com pesar, respondeu: “É a vovó que está no carro. A mamãe está no céu”. Agora,Rosana se esforça para realizar um sonho de sua filha: a festa de aniversário de 2 anos do neto em um bufê infantil. “Mexendo nas coisas dela, meu esposo encontrou, grudado na certidão de nascimento do menino, algumas notas de dinheiro com um bilhete escrito: ‘Para o bufê do meu filho’”, contou Rosana. “Minha filha era apenas uma comerciante e dona de casa. Ela queria só ter uma pequena família feliz.”

Fonte: G1

sábado, 14 de julho de 2012

Filho de Stallone estava morto há ao menos três dias, diz site

Sage Stallone, filho do ator Sylvester Stallone, estava morto há ao menos três dias, segundo informou o site TMZ. Na última sexta-feira (13), Sage foi encontrado sozinho e sem vida em seu apartamento em Los Angeles, nos Estados Unidos. A causa da morte ainda não foi revelada, mas as fontes da publicação afirmam que é provável que tenha sido um acidente. 

O TMZ afirma que Sage estava morto em seu quarto há ao menos três dias, mas esse tempo poderia chegar a até uma semana. O site cita fontes próximas às autoridades envolvidas na investigação da morte. George Braunstein, um advogado que representou Sage por 15 anos, disse que seus amigos estavam preocupados por não terem tido notícias dele e foram procura-lo em sua casa. Braunstein disse acreditar que a morte seja um acidente. 

O site TMZ também afirma que falou com fontes que dizem que Sage costumava passar dias em seu quarto. Antes de seu corpo ter sido encontrado, ele teria ficado uma semana sem falar com ninguém --a empregada que limpava o local tinha instruções de não atrapalha-lo ou bater na porta de seu quarto, diz a publicação. Sage foi encontrado morto sozinho por uma funcionária e um parente. A polícia foi chamada e confirmou a morte, disse Ed Winter, assistente policial envolvido no caso. Winter disse que nenhum bilhete indicando suicídio foi encontrado no local, mas garrafas de medicamento prescrito foram vistas pelo apartamento. O oficial não pode confirmar qual tipo de remédio era armazenado nas garrafas ou se aquilo podia ter alguma relação com a morte. O policial afirma que uma autópsia será feita nos próximos dias e o histórico de saúde de Sage será levado em conta.
A causa oficial da morte deve levar algumas semanas para sair, já que testes toxicológicos serão feitos. 'Devastado' A porta-voz do ator Sylvester Stallone disse que ele está "devastado" com a notícia da morte de seu filho. “Ele está devastado e agoniado com a perda repentina de seu filho”, disse Michelle Bega, que representa o ator famoso por sua participação em filmes como “Rocky”, “Rambo” e “Os Mercenários”. “Sua compaixão e seus pensamentos estão com a mãe de Sage, Sacha.” Fruto de um relacionamento entre Sylvester Stallone e Sasha Czack, Sage era o filho mais velho do ator. “Sage era um jovem muito talentoso e sua perda será sentida para sempre”, disse Bega. Sage Stallone começou sua carreira de ator em 1990, no filme "Rocky V", em que contracenou com o pai. A parceria se repetiu em “Daylight”, de 1996. 

Em 2006, ele dirigiu o curta “Vic”, que foi exibido no festival de cinema de Palm Springs. Braunstein disse que Sage estava planejando se casar pela primeira vez e recebida diversos pedidos para participar de filmes.

Fonte: G1

Atentado suicida durante casamento mata 23 no Afeganistão

Pelo menos 23 pessoas morreram - entre elas um deputado federal- e dezenas ficaram feridas em um ataque suicida feito durante um casamento em Samangan, no Afeganistão, informaram fontes oficiais neste sábado (14).
O ataque ocorreu por volta das 7h30 locais (0h de Brasília) no distrito de Aybak, na província de Samangan, informou o chefe da polícia provincial, Khalil Andarabi. "De acordo com nossos dados, há dúzias de feridos, sendo que a maioria está em estado crítico. Já estão sendo transportados ao hospital provincial pelas forças de segurança", disse. Segundo diferentes fontes, entre os mortos está um conhecido "senhor da guerra" afegão, Ahmad Khan, que fazia parte do Parlamento do país e era uma das principais referências de poder na província de Samangan. O suicida, de acordo com uma fonte policial, entrou no salão de bodas do hotel Qasre Almas, na cidade de Aybak, onde o próprio Ahmad Khan oferecia uma recepção para celebrar o casamento de sua filha diante de dezenas de convidados, alguns de alta categoria. "O agressor abraçou Ahmad Khan Samangani e detonou seu colete explosivo", afirmou a fonte. Entre os presentes estavam o comandante do Exército Sayed Ahmad Samay, chefe provincial dos serviços secretos afegãos, que morreu. Até o momento nenhum grupo se responsabilizou pelo ataque. Um porta-voz dos insurgentes talibãs, Zabihullah Mujahid, assegurou à agência afegã 'AIP' que suas milícias estavam ao corrente do fato, mas disse não estar em posição de reivindicar a responsabilidade.
Fonte:G1

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Servidores que fraudaram concursos foram afastados, afirma PF

A Polícia Federal informou nesta quarta-feira (11) que 282 pessoas foram indiciadas e 62 servidores foram afastados ou impedidos de tomar posse por causa das fraudes nos concursos da Polícia Federal, da Receita Federal, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A Operação Tormenta investigava, desde 2010, uma quadrilha que fraudava concursos públicos e também exames da Ordem Nacional dos Advogados (OAB). Nesse último caso, 152 candidatos tiveram acesso antecipado às respostas do exame e 1.076 "colaram" a prova. Segundo o delegado da PF, Victor Hugo Rodrigues Alves, todos os servidores nomeados e os que aguardavam nomeação foram indentificados e já foram afastados ou estão em processo de desligamento.

Alves informou que os candidatos chegavam a pagar para a quadrilha US$ 150 mil (cerca de R$ 300 mil) pelo gabarito das provas. Para o exame da Ordem Nacional dos Advogados (OAB), o valor foi de R$ 50 mil, para a prova de agente da Polícia Federal de 2009, o valor foi de R$ 100 mil. Já o montante de US$ 150 mil seria pago para a prova de auditor-fiscal da Receita Federal de 2009. Os policiais rodoviários federais desviavam as provas durante o transporte e cobravam o dobro do valor para vender os documentos para a quadrilha, que elaborava os gabaritos e os revendia para os candidatos.
"A atuação da quadrilha foi descoberta com o desvio da prova do concurso para agente da Polícia Federal de 2009, mas a partir das investigações encontramos fraudes em concursos anteriores. Não há indícios de envolvimento de funcionários do Cespe/UnB [organizadora do concurso]", afirmou Alves, durante coletiva de imprensa realizada nesta quarta.

"Infelizmente existiam pessoas na Polícia Rodoviária Federal de má índole. A fraude aconteceu por causa de pessoas e não por causa das instituições", ressaltou Roger Escalante, direitor de inteligência do Cespe/UnB. De acordo com Escalante, a organizadora passou a utilizar lacres de aço no lugar de plástico e não conta com parcerias de outras instituições para a guarda dos malotes das provas.

O Cespe/UnB informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que essas mudanças ocorreram a partir de março de 2010, quando foi deflagrada a Operação Tormenta. Devido às denúncias de fraudes reveladas pela Polícia Federal naquela ocasião, a instituição decidiu aumentar a segurança e passou a colocar os funcionários do próprio Cespe/UnB para fazer o acautelamento das provas.
Fonte: G1

sábado, 7 de julho de 2012

Pais acordam e encontram filho morto na cama deles, em Santa Helena (GO)

Um bebê de 2 meses foi encontrado morto na cama dos próprios pais na manhã deste sábado, em Santa Helena, a 211 km de Goiânia. De acordo com a mãe, ele dormiu normalmente no dia anterior. “Por volta das 22h30 foi a última vez que ele mamou.
Depois acordei meia noite e ele estava bem. Já as 6h, o pai dele encontrou ele morto na cama”, explica a auxiliar de serviços gerais Sandra Lisboa Gonçalves, que completa. “Não sei o que aconteceu, ele estava sadio”.
Segundo uma vizinha deles, quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local a criança já tinha estava sem vida. Consequentemente, ela afirma que os pais ficaram desesperados. “Eles estavam chorando e desesperados porque o filho deles já estava morto. Acordei com os gritos dos dois”, relata a dona de casa Ana Paula Silva.
O corpo do menino foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Verde, que fica a 56 km de Santa Helena, onde serão feitas as perícias. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o que pode ter causado a morte do bebê. O órgão ainda solicitou que os pais prestem depoimento sobre o caso na próxima semana.

Fonte: G1 

Aeronáutica confirma morte de piloto em queda de Tucano da FAB

Uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) caiu na manhã deste sábado (7) em Campo Grande. 
A queda do caça A-29 Super Tucano aconteceu às 7h40 (horário de MS) em uma área de pastagem próximo a um distrito industrial da cidade. 
O piloto, único ocupante do avião, morreu no local. Conforme a FAB, o capitão-tenente Bruno de Oliveira Rodrigues, 32 anos, era oficial da Marinha e, desde o início de 2011, fazia o Curso de Líder de Esquadrilha da Aviação de Caça no Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação da FAB, na capital sul-mato-grossense. 
A assessoria de imprensa da Marinha informou que Rodrigues nasceu no Rio de Janeiro e estava na corporação desde fevereiro de 2007. 
Ultimamente, estava lotado em Ladário, a 435 km de Campo Grande. 
O comandante do Esquadrão de Comando da Base Aérea de Campo Grande (BACG), major Luciano Sivieri, disse ao G1 que o A-29 Super Tucano estava indo com outra aeronave do mesmo modelo para um operação de uso de armas na Base Aérea do Cachimbo, em Novo Progresso (PA). 
Os dois caças pertencem ao Esquadrão Flecha, sediado na capital de Mato Grosso do Sul, e foram fabricados pela Embraer. Quando uma das aeronaves caiu, a outra voltou para a Base em Campo Grande. Segundo a FAB, o piloto se ejetou às 7h40 (horário de MS) antes da queda na área de pastagem. 
O corpo dele foi localizado em outro local e foi resgatado por helicópteros da Aeronáutica. 
Com o impacto da queda, a aeronave ficou parcialmente enterrada, ficando apenas com a parte traseira visível. 
Trabalhadores de uma indústria da região foram os primeiros que viram o acidente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a área do acidente foi isolada em um raio de 300 metros porque havia risco de explosão, já que vazou combustível da aeronave. 
Conforme a nota da Força Aérea, “a Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que contribuíram para o acidente e está prestando todo apoio aos familiares”. 
O Comando da Aeronáutica lamenta informar que neste sábado (7), por volta das 8h40, horário de Brasília, uma aeronave de caça da Força Aérea Brasileira (FAB), modelo A-29 Super Tucano, caiu a 10km do aeroporto de Campo Grande – MS. O piloto e único ocupante da aeronave, Capitão-Tenente Bruno de Oliveira Rodrigues, de 32 anos, conseguiu se ejetar, porém faleceu no local. 
O Capitão-Tenente Bruno Oliveira era Oficial da Marinha do Brasil e, desde o início do ano passado, realizava o Curso de Líder de Esquadrilha da Aviação de Caça no Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação da FAB. 
A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que contribuíram para o acidente e está prestando todo apoio aos familiares.
Fonte: G1

Estudo indica vínculo entre fezes de gato e suicídio feminino

As mulheres infectadas com um parasita que se propaga pelas fezes dos gatos correm um maior risco de tentativa de suicídio, sugere um estudo com mais de 45 mil mulheres na Dinamarca, publicado nesta semana nos Estados Unidos. 
"Não podemos dizer com certeza que o (parasita) Toxoplasma gondii faz com que as mulheres tentem tirar a própria vida", declarou o professor Teodor Postolache da Escola de Medicina da Universidade de Maryland (leste), principal autor do estudo publicado na revista Archives of General Psychiatry. "Mas encontramos uma associação preditiva entre esta infecção e tentativas posteriores de suicídio que merece estudos adicionais. Planejamos continuar nossa pesquisa sobre esta possível conexão". 
Acredita-se que aproximadamente uma em cada três pessoas no mundo esteja infectada com o Toxoplasma gondii, que já se relacionou com a esquizofrenia e com mudanças de comportamento, mas que muitas vezes não produz sintomas, já que se esconde no cérebro e nas células musculares. 
Os humanos correm risco de infecção ao limpar as caixas de areia de seus gatos, assim como ao consumir verduras sem lavar, comer carne mal cozida ou crua, ou beber água de uma fonte contaminada. 
"O estudo descobriu que as mulheres infectadas com Toxoplasma gondii tinham uma vez e meia mais chances de tentar se suicidar em comparação com aquelas que não estavam infectadas, e o risco parece aumentar com os crescentes níveis de anticorpos de Toxoplasma gondii", afirmou o estudo. "Ter uma doença mental prévia não parece alterar significativamente os resultados. O risco relativo foi ainda maior para as tentativas de suicídio violentas". 
Os possíveis perigos do Toxoplasma gondii foram mencionados na revista americana The Atlantic em março deste ano, em uma nota muito lida sobre o biólogo tcheco Jaroslav Flegr, que suspeita que o parasita está, literalmente, mudando o cérebro humano. 
O artigo, um dos mais lidos na história da revista, segundo a publicação, era intitulado: "Como seu gato está te enlouquecendo".
Fonte: Terra

Imagem inédita com paisagem marciana divulgada pela Nasa

A Nasa divulgou uma imagem inédita da paisagem de uma cratera marciana. O panorama é uma montagem elaborada com 817 fotos tiradas entre 21 de dezembro de 2011 e 8 de maio de 2012 pelo jipe-robô Opportunity. 
O site da Nasa compara a imagem à “sensação de sentar sobre o veículo e ter a sua vista”. A região apresentada é a da cratera Endeavour, que foi explorada pelo Opportunity ao longo do último inverno marciano. 
As marcas registradas no solo são rastros do próprio Opportunity. Na parte de baixo da imagem, também é possível ver os painéis solares do veículo. Além da beleza estética, a vista fornece importantes dados químicos e geológicos para os cientistas. 
O Opportunity está em Marte desde 2004. Ele foi lançado ao planeta vermelho junto a outro jipe-robô, o Spirit, que já não está mais em funcionamento. Em agosto, o mais novo projeto da Nasa para explorar o local, o jipe-robô Curiosity, deve pousar em Marte. 

Fonte: G1

Inundações no sul da Rússia deixam ao menos 67 mortos

Ao menos 67 pessoas morreram nas últimas 24 horas em consequência das fortes chuvas que caíram em Kuban, na região russa de Krasnodar, no litoral do Mar Negro, confirmou o Ministério do Interior. Os serviços de resgate localizaram os corpos de 56 pessoas no distrito de Krimski, entre os quais uma criança, informou o porta-voz do centro de emergências do ministério russo. Outras pessoas se afogaram na cidade de Novorossiysk, maior porto do Mar Negro. Em Gelendzhik, um dos balneários mais populares da Rússia no Mar Negro, cinco pessoas morreram eletrocutados após serem atingidas por um cabo de alta tensão e um homem se afogou devido às inundações. Outros dois corpos, o de um homem e uma mulher, foram localizados no porão de uma casa na cidade litorânea de Divnomorskoye, também em Gelendzhik. Cerca de duas mil casas foram inundaram durante as intensas chuvas que caíram sobre o distrito de Gelendzhik, onde a situação se estabilizou nas últimas horas. Mais de 22 mil pessoas ficaram sem eletricidade, que foi desligada pela segurança dos habitantes da região. A água inundou as casas e os terrenos de 13 mil pessoas durante as intensas chuvas que caíram sobre a comarca de Kuban, indicou o governador de Krasnodar, Aleksandr Tkachiov. A situação se estabilizou no distrito de Gelendzhik nas últimas horas, onde mais de 22 mil pessoas ficaram sem eletricidade, que foi desligada por motivos de segurança. Enquanto isso, as fortes chuvas continuam em Krimski, onde o número de mortos pode seguir crescendo, disse Zheliabin. Só na zona de Gelendzhik mais de 700 soldados e 100 veículos trabalham no resgate de vítimas.
Fonte: G1

quinta-feira, 5 de julho de 2012

DF- Contracheques na web mostram que renda mensal no TJDFT passa de R$ 230 mil

A transparência de contracheques pode até ser constrangedora para parte dos servidores que ganham como altos executivos de grandes corporações, mas a exposição tem sido reveladora sobre a disparidade e as distorções salariais no serviço público. A folha de pagamentos do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios no mês de maio aponta remunerações generosas. Há vários salários de servidores, mesmo aqueles que não são juízes nem desembargadores, só limitados pelo teto constitucional. Da folha de pagamento do TJDFT, 85 ganham R$ 26.723,13, porque parte do salário é glosado em virtude do limite imposto ao funcionalismo. Em maio, há vários servidores que atingiram três dígitos e receberam em torno de R$ 100 mil, R$ 150 mil e até R$ 182.195,20, cifras pagas a analistas judiciário. Um juiz contou, no mesmo período, com R$ 220.843,72. Um desembargador recebeu R$ 230.807,21.

Fonte-Correio Braziliense

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Avião com banda de Amado Batista faz pouso forçado em rodovia da BA

Um avião que transportava músicos da banda do cantor Amado Batista realizou um pouso forçado na pista da BA-262, que fica perto da cidade de Aracatu, na região do sudoeste da Bahia, por volta das 8h30 desta segunda-feira (2). Onze pessoas estavam dentro da aeronave - dez integrantes da banda e um piloto -, que não sofreram ferimentos, segundo a produção. O cantor não estava no voo. Os passageiros e o pioloto foram levados para a cidade de Vitória da Conquista, de onde devem partir para São Paulo em um voo comercial. Na ocasião do incidente, a polícia afirma que a rodovia estadual tinha fluxo intenso de veículos e que, no momento do pouso, os condutores perceberam que o avião perdia altitude e improvisaram paradas. Ninguém ficou ferido. A aeronave, que é de propriedade de Amado Batista e dedicada ao transporte de músicos, saiu de Itiruçu, cidade na mesma região, onde a banda realizou um show no domingo (1°). O piloto relatou à polícia que o motor do avião deu pane, por isso há suspeita de falha mecânica. Ele está parado no acostamento da pista e o trânsito flui normalmente, segundo a PM. Segundo a produção do artista, por volta das 11h, o cantor já tinha retornado a São Paulo em um jato particular. Uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidente Aeronáutico (Seripa 2), da Força Aérea, foi deslocada da sede no Recife (PE) para prestar assistência e colher dados sobre a situação. Segundo a PM, o avião deve ser retirado após avaliação de um mecânico da equipe do cantor, que deve sair de Goiânia. 

Fonte: G1

Hubble flagra galáxia anã envolta por vapor na constelação de Ursa Maior

O telescópio Hubble da agência espacial americana (Nasa) flagrou uma galáxia anã envolta por vapor na constelação de Ursa Maior, a aproximadamente 13 milhões de anos-luz da Terra. A DDO 82 apresenta um braço espiral e pode conter milhões ou até bilhões de estrelas. O Hubble usou luz visível e infravermelha para fazer a imagem. Os astrônomos chamaram o objeto de "galáxia SM" ou galáxia espiral magelânica, por causa da Grande Nuvem de Magalhães, galáxia anã que orbita a nossa Via Láctea e é muito parecida com a DDO 82. A "nova" galáxia é considerada parte do Grupo M81, um conjunto de quase 40 galáxias na direção de Ursa Maior.

Fonte:G1

chinês canibal ataca mulher no meio da rua e tenta comer seu rosto

Um homem identificado como Dong foi preso ao atacar e tentar comer o rosto de uma mulher na província de Zhejiang, na China. Segundo a imprensa local, o homem, que é motorista de ônibus, estava bebendo com os amigos horas antes do ataque. 
Após o almoço, Dong correu para a rua próxima à rodoviária onde trabalha e bloqueou a passagem de uma motorista, identificada como Du. 
Dong então subiu no capô do carro de Du e começou a bater no vidro para-brisa, segundo o jornal Shanghai Daily. 
A chinesa começou a gritar e, depois de alguns minutos, decidiu sair do carro, mas foi atacada pelo homem, que pulou em cima dela e começou a morder seu rosto. 
Pedestres registraram a cena com aparelhos celulares e tentaram tirar Dong de cima da mulher, mas ninguém conseguiu fazer com que o homem se afastasse. Segundo testemunhas, Dong estava “enlouquecido”. 
O ataque só foi interrompido com a chegada da polícia, que conseguiram deter Dong. Crimes macabros e horripilantes marcam 2012 Du foi levada para um hospital próximo ao local do ataque e, segundo a imprensa chinesa, terá que passar por cirurgias plásticas no nariz e nos lábios.
Fonte: R7

domingo, 1 de julho de 2012

Após falecimento do dono, cadelas vira-latas não saem de perto do túmulo

Os túmulos do Cemitério Municipal do Novo Gama cidade do entorno de Brasília têm duas cadelas de guarda voluntárias. Pelo menos é o que elas se tornaram desde que chegaram ao local, há dois meses. Elas são pequenas e magricelas, latem para estranhos e fazem rondas frequentes. Ninguém sabe ao certo o motivo da presença das vira-latas. 
A desconfiança principal é de que elas pertenciam a um dos rapazes enterrados no local em 5 de maio. Chegaram com o cortejo e ali ficaram. Tentativas não faltaram para tirar as cachorras de lá. Mesmo com a distância superior a 3km entre o cemitério e a cidade, a dupla canina voltou sem ajuda para os jazigos. E, de 15 dias para cá, a família está maior, com o nascimento de 10 filhotes, cinco de cada uma das cadelas. 
A primeira lembrança que os coveiros têm das cadelas é do dia do sepultamento do rapaz. O cemitério atende às populações do Novo Gama e do Lago Azul, no Entorno, mas por estar localizado razoavelmente longe dos centros urbanos, é comum que familiares cheguem para o enterro em ônibus. Exatamente nestas circunstâncias é que as cadelas desembarcaram nos jazigos. Naquele dia, duas famílias sepultavam seus filhos. Os dois eram amigos, mas, em uma desavença, sacaram as armas e um matou o outro. “Elas vieram com a família do primeiro rapaz que foi enterrado”, conta o coveiro Valquimar Rocha, 32 anos. A identidade dos homens não foi divulgada.
Fonte: Correio Braziliense

Mirage F-2000 destrói fachada de vidro do STF



Um caça da Força Aérea Brasileira que fazia um voo rasante durante a cerimônia da troca da bandeira na Praça dos Três Poderes, em Brasília, destruiu na manhã deste domingo (1) a fachada de vidro do Supremo Tribunal Federal (STF). O prédio foi isolado. Ninguém ficou ferido.
No Senado, havia informações de que um dos prédios também havia sido danificado, mas a assessoria de imprensa afirmou que não houve danos. Uma equipe do Senado realizou uma vistoria no local.
A Força Aérea divulgou uma nota oficial em que afirma que já iniciou a apuração dos fatos e irá ressarcir os prejuízos causados pelo acidente (leia a íntegra da nota abaixo).
A cerimônia contou com dois caças da FAB e uma apresentação da Esquadrilha da Fumaça. O evento teve início por volta das 10h. A troca da bandeira ocorre mensalmente. A apresentação dos aviões da FAB estava sob responsabilidade do Comando da Aeronáutica e da coordenação do Sexta Comando Aéreo Regional.
Os caças da FAB que participavam do evento eram modelos Mirage F-2000. Segundo as especificações do modelo na página da Força Aérea, o Mirage F-2000 pode atingir 2,2 vezes a velocidade do som, que é de mais de 330 metros por segundo.
“Um jato passou muito baixo, levantou poeira, tremeu o chão e o vidro quebrou, Não estava esperando”, disse o estudante Lucas da Silva, que acompanhava a cerimônia.
Chegou a abrir [a copa] das árvores. Assustou”, afirmou Ismail da Silva, que viu o momento em que os vidros foram estilhaçados. A baixa altitude do caça também foi notada pelo vendedor de água Matheus Carvalho. “Eu estava distraído e do nada ele apareceu. Ele estava muito baixo”, disse.
"Eu fiquei assustada, porque eles vêm do nada", disse Delmary Vasconcelos, que mora em Brasília há um mês e também acompanhava a cerimônia da troca da bandeira. Ela disse que só reparou que os vidros haviam sido quebrados após a passagem dos caças.  "O barulho não dá para ouvir nada. Eu estranhei que ele estava muito baixo", disse.

Veja a íntegra da nota da FAB

"FAB esclarece ocorrência durante sobrevoo de caças em Brasília
O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica informa que hoje (01/07), por volta de 10h20min, durante a solenidade de troca da Bandeira Nacional, na Praça do Três Poderes, em Brasília, duas aeronaves Mirage 2000 executaram sobrevoo do local. No momento da passagem, uma onda de choque causou danos às vidraças de alguns órgãos públicos.
O Comando da Aeronáutica já iniciou a apuração das circunstâncias do fato e irá ressarcir os prejuízos decorrentes.
Brasília-DF, 1º de julho de 2012.
Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica"

Fonte: G1