sábado, 10 de novembro de 2012

Advogada é executada a tiros em posto de combustíveis de Araçatuba


Uma advogada foi assassinada, em Araçatuba (SP), no pátio de um posto de combustíveis, na noite desta sexta-feira (9). A polícia suspeita de execução, já que a mulher foi morta após criminosos dispararem 10 vezes contra ela.
Priscila Soraya Dib, de 33 anos, estava com amigos quando dois homens em uma moto se aproximaram e atiraram contra ela. O posto tem circuito interno de vigilância, mas as câmaras não conseguiram registrar a ação.
A advogada atuava na área criminal e, no ano passado, foi presa durante uma operação da Polícia Civil. Na casa dela, foi encontrado um rádio comunicador na frequência da polícia, drogas, um computador e celulares. Tudo foi apreendido, e ela passou a responder processo na Justiça por envolvimento com criminosos. Priscila passou três meses na cadeia feminina de General Salgado (SP).
Por conta dessa investigação, a suspeita da Polícia é de que a advogada tinha envolvimento com um grupo que age dentro e fora dos presídios do Estado. Os policiais também acreditam que, pela violência do crime, trata-se de uma execução.
A polícia ainda não tem suspeitos do crime. O Instituto Médido foi identificou que, dos dez disparos, quatro atingiram a advogada. O corpo será velado na manhã deste sábado (10), em uma capela na Avenida Saudade.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!