terça-feira, 11 de setembro de 2012

Policial Civil se irrita e destrói vidraça de banco no DF


Um agente da Polícia Civil quase provou uma tragédia na tarde desta segunda-feira (10), no Guará. Após se irritar com a dispensa de notas de um terminal de autoatendimento de uma agência bancária, que emitia somente notas de R$ 2,00, o homem passou a destruir o mobiliário e as portas de vidro do estabelecimento. Situação que deixou os demais clientes apavorados com a cena.

Um sargento da policial militar que presenciou a situação abordou o homem, neste instante ambos sacaram suas armas, o agente da PCDF passou a ameaçar as pessoas que estavam nas proximidades do fato. Testemunhas disseram que durante todo o tempo o agente instigava para uma possível troca de tiros.


Após negociação, o homem que atua como escrivão na Polícia Civil, foi levado para a 4ª Delegacia de Polícia. Ele poderá sofrer sanções administrativas na corporação, além disso, ele vai responder pelos prejuízos causados ao banco.

Fonte: Jornal de Brasília 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!