domingo, 3 de junho de 2012

Brasília - Morte sobre a faixa de pedestres é investigada pela policia em Taguatinga


O corpo de Giane Tavares Gama, 43 anos, atropelada sobre uma faixa de pedestres em Taguatinga, seguirá hoje para São Gonçalo do Gurgueia (PI), onde será sepultado. Ontem, parentes passaram o dia reunidos para resolver a burocracia para o translado do corpo e o enterro. O clima na família era de revolta. Giane morreu na tarde da última sexta-feira, ao sair do trabalho. Rafael Pereira Ribeiro, 30 anos, conduzia um Fiat Siena vinho, quando alguns carros pararam em frente à faixa para a mulher passar. Testemunhas dizem que o motorista invadiu a contramão e acertou a vítima. A força do impacto arremessou Giane a uma distância de 25 metros. Na tentativa de fugir, Rafael bateu de frente com outro carro.
A vítima ia com colegas para um restaurante especializado em caldos, na QNL 8/10, por volta de 18h30. Ela foi a última do grupo a tentar atravessar a via. Após o acidente, o condutor que causou a tragédia seguiu pela contramão, quase atingiu um motociclista e acabou se chocando de frente com um Fiesta guiado por um policial militar. Pelo menos três testemunhas disseram na delegacia que Rafael estaria visivelmente embriagado. Ao descer do veículo, ele ainda teria feito piadas sobre o acidente. Testemunhas relataram que Rafael ria do atropelamento ao descer do carro e teria dito não se importar com a tragédia, pois não se tratava de um parente dele. Além disso, sem poder ir embora, ele ainda teria ligado o som do veículo.

Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!