segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Piora o estado de saúde de Hugo Chávez


Ao lado da filha de Chávez, Rosa Virginia, e de dois outros altos funcionários do governo, Maduro classificou o estado de saúde do presidente como “delicado” e falou em “novas complicações surgidas como consequência de uma infecção respiratória já conhecida”.
Chávez está internado em Havana há duas semanas, após uma reincidência de um câncer, cujos detalhes nunca foram informados.
Maduro, apontado pelo próprio Chávez como seu sucessor, disse que vai permanecer na capital cubana om a família do presidente. Ele disse ainda que o estado de saúde do mandatário “não está isento de complicações”.
Como não há informações detalhadas e os informes são geralmente vagos, o anúncio de Maduro abriu espaço para novas especulações.
Diferente das declarações otimistas feitas no Natal, desta vez o anúncio teve tom pessimista. Também chamou a atenção a aparição da filha de Chávez.
Além disso, as autoridades cancelaram a festa de Ano Novo de Caracas e pediram aos venezuelanos que rezem pela saúde do presidente.

Fonte: BBC

Mega Sena da Virada: 33-14-52-36-32-41

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Suspeitos de tráfico arrancavam dentes de clientes em dívida, no AM

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta sexta-feira (28), três suspeitos de comandar o tráfico de drogas no bairro Colônia Santo Antônio, Zona Norte de Manaus. Iniciada após denúncias de moradores da região, a investigação policial apontou que os suspeitos tinham como praxe arrancar os dentes de usuários de drogas que estavam em dívida com o grupo formado por um casal e homem de 19 anos.Intitulada "Operação Saidera", a ação terminou com a apreensão de todos os dentes retirados dos usuários, além de trouxinhas e porções grandes de maconha, pasta base, oxi e cocaína. Segundo a polícia, uma parte do material foi encontrado na residência do casal, localizada na Rua Alameda Costa, enquanto o restante, incluindo os dentes, estavam na casa do rapaz de 19 anos.
O delegado titular do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ivo Martins, informou que a Operação Saidera cumpriu três mandados de busca e apreensão. Todos os três foram autuados por tráfico de drogas e serão encaminhados para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.


Fonte: G1


quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Açougueiro é suspeito de arrancar mão de cadáver no IML de Goiânia


A polícia apresentou o açougueiro suspeito de arrancar a mão de um cadáver dentro do prédio do Instituto Médico Legal (IML), no mês passado, em Goiânia. A mão foi encontrada dias depois, na região oeste da cidade.
O suspeito contou à polícia que entrou no IML quando voltava de uma boate. Ele disse que estava bêbado, queria tirar fotos dos cadáveres, mas acabou arrancando a mão de um deles para assustar uma vizinha.
A mão foi encontrada no Residencial Buena Vista, na região oeste de Goiânia. O crime foi descoberto por médicos legistas no dia 23 de novembro, quando eles se preparavam para fazer a autópsia. Na época, a família do cadáver que teve a mão arrancada ficou indignada com a falta de segurança no local.
A Superintendência da Polícia Técnico Científica reconheceu a falha na segurança do local e explicou que o prédio ficou vulnerável por causa de uma reforma. Contudo, afirmou que o problema já está sendo resolvido com a conclusão das obras.
O açougueiro suspeito arrancar a mão do cadáver pode pegar de um a três anos de prisão.

Fonte: G1

Desaparecimento intriga polícia há mais de 100 dias no ES



De janeiro a novembro de 2012, a Delegacia de Pessoas Desaparecidos registrou 930 casos de desaparecimento de pessoas no Espírito Santo. Nesta última semana de dezembro, o G1 traz uma série de três reportagens sobre o drama dos desaparecidos e de suas famílias e a dificuldade da polícia em solucionar ocorrências desse tipo no estado.
A primeira reportagem da série traz o mistério do caso ‘Amanda Correia’. Segundo a polícia, um dos mais intrigantes nos últimos tempos no Espírito Santo. A jovem de 15 anos desapareceu há exatos 135 dias, completados nesta quarta-feira (26), em Castelo, Sul do estado. De acordo com a família, ela saiu de casa às 18h do dia 11 de agosto e disse que iria com uma amiga para uma casa de shows no bairro Bela Vila e nunca mais voltou.
família tenta enfrentar as diferenças dentro de casa, além das mudanças nos rumos da investigação. O delegado que estava à frente do caso foi substituído. “Sem a minha filha, o cheiro da casa, o cardápio, os programas de TV e a nossa alegria mudaram por não tê-la ao nosso lado. Ainda acredito que tudo vai voltar a ser como era antes. Ela não me disse que amiga era essa. Amanda tem muitas amizades e todo final de semana saía para alguma festinha, para mim foi tudo normal e por isso não me preocupei em fazer perguntas”, disse a mãe da jovem, a doméstica Elisa Regina Correia, de 41 anos.
O titular da Delegacia de Pessoas Desaparecidas, Sérgio Mello, informou ao G1 que o sumiço da jovem é ‘intrigante’, mas a polícia nunca deixou de investigar. “Não temos um dado concreto e a cada hora, dia, semana e meses que se passam perdemos detalhes que podem ajudar. Quebramos o sigilo telefônico da jovem e tivemos acesso a sua conta de telefone, com todas as ligações recebidas e realizadas. Tudo o que tínhamos já se esgotou”, explicou.
Nos primeiros dois meses de desaparecimento da adolescente, o delegado Robson Vieira era quem estava comandando o Distrito Policial de Castelo. Quando respondia pela delegacia de Castelo, disse ao G1 que o caso de Amanda foi o mais complicado de toda a sua carreira como delegado. “Faltavam informações concretas. Todas as pessoas que se relacionavam com a jovem foram ouvidas mais de duas vezes. Saímos várias vezes da delegacia para apurar algumas informações no interior da cidade, e nada”, comentou.
Em setembro, Vieira disse que torpedos do celular de Amanda foram enviados para duas amigas na noite de seu sumiço, mas as meninas apagaram o conteúdo assim que leram as mensagens. “Elas disseram que a jovem mandou as mensagens por volta de 0h40, já de domingo, ou seja, dia 12. O conteúdo das mensagens era o mesmo para as duas, só não sei ao certo as palavras usadas, já que as meninas apagaram o torpedo. Amanda disse que estava muito triste, chorando e que tinha bebido. Segundo as meninas, a jovem não disse com quem e onde estava”, contou Vieira ao G1 no dia 10 de setembro.
Atualmente, o delegado Marcelo Ramos está à frente do Distrito Policial de Castelo e conduz as investigações sobre o caso da adolescente. Por telefone, Ramos disse que está empenhado e que mantém contato constante com a família da jovem. “Prefiro não passar muitos detalhes sobre este caso para não atrapalhar os nossos trabalhos, posso adiantar que estamos trabalhando forte neste assunto”, disse o então delegado do município.
Família
A mãe da adolescente já não sabe o que fazer. Para ela, basta acreditar. “Mãe é mãe e não tem jeito, sofre no nascimento do filho, durante seu crescimento e até a morte. Ficarei aqui, sempre acreditando que Amanda vai chegar a qualquer momento. Esse é o meu maior desejo”, desabafou Elisa.
De acordo com a mãe da jovem, a casa está do mesmo jeito há três meses. Em janeiro, a família está pensando em reformar alguns cômodos da casa, inclusive o quarto de Amanda. “Vamos colocar as coisinhas dela no guarda roupas, colocar um plástico ou pano em cima do computador. Quando Amanda voltar, vai encontrar tudo limpinho e arrumadinho. Estou muito ansiosa para esse momento e aí vou voltar a ser feliz”, disse.
Serviço
Delegacia de Pessoas Desaparecidas
Endereço: Avenida Nossa Senhora da Penha, Vitória, Chefatura de Polícia, nº 2290
Telefone: 3137 9065

Fonte:G1

Menina de 12 anos morre eletrocutada ao cantar em igreja



Uma menina de 12 anos morreu ao receber uma descarga elétrica enquanto cantava em uma igreja no município de Tarrafas, a 458 km de Fortaleza, na noite de terça-feira (25). Segundo o Comando de Policiamento do Interior (CPI), a menina chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital municipal de Tarrafas.
De acordo com o CPI, o acidente ocorreu por volta de 20h20. A garota usava o microfone da igreja para cantar um hino evangélico quando foi eletrocutada. O corpo da menina foi levada para o Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Militar foi acionada e acompanha o caso.


Fonte: G1

Casal espanca menina de 8 anos até a morte no Rio de Janeiro


O cozinheiro José Carlos de Albuquerque e a mulher dele, Roseane Santos Reis, foram presos na tarde de segunda-feira depois de espancarem até a morte a menina Stephany Reis, filha de Roseane, de apenas 8 anos de idade. Os dois levaram a menina cheia de hematomas até o hospital Souza Aguiar no centro da cidade do Rio, onde ela já chegou morta.
Policiais de plantão desconfiaram do caso e os dois acabaram confessando o crime, após perícia feita no hospital. José Carlos já tinha sido denunciado por vizinhos por maus tratos à mulher e à enteada, mas tinha sido apenas advertido pelo Conselho Tutelar. O crime foi registrado na Divisão de Homicídios da capital e os dois serão levados para o presídio de Bangu, na Zona Oeste da cidade e vão ficar à disposição da justiça.
De acordo com a polícia, José Carlos afirmou ter problemas com bebiba e já tinha sido denunciado pela diretora da escola onde Stephany estudava porque a menina algumas vezes chegou à escola com hematomas.
Fonte: Terra

Engenheira bateu em poste e foi detida pela PM suspeita de dirigir bêbada


Uma motorista flagrada com latas de cerveja dentro do carro após bater o carro num poste, na Zona Sul de São Paulo, foi presa por suspeita de dirigir embriagada na terça-feira (25). Um exame clínico feito no Instituto Médico Legal (IML) constatou a embriaguez. Além da multa por dirigir alcoolizada - de R$ 1.915,40 -, a mulher, que é engenheira química, terá que desembolsar R$ 9 mil de fiança para ser solta.
O acidente aconteceu na esquina das avenidas Doutor Chucri Zaidan e Morumbi, na região do Brooklin. As imagens feitas por um cinegrafista amador foram exibidas nesta quarta-feira (26) pelo Bom Dia São Paulo. De acordo com as novas regras da Lei Seca, elas podem servir de prova para mostrar que a condutora dirigia bêbada, o que é crime.
Nas cenas, a engenheira química tenta impedir a filmagem após colidir com um poste que quase caiu, por volta das 20h desta terça-feira. Ela ainda empurra um policial militar. A mulher guiava um Hyundai Santa Fé. Ela se recusou a fazer o teste do bafômetro, segundo a Polícia Militar. Ela foi, então, conduzida ao 27º Distrito Policial, no Campo Belo, onde também se negou a ceder amostra de sangue no IML. Lá, um exame clínico constatou o consumo de bebida alcóolica e ela foi indiciada e presa em flagrante por embriaguez ao volante.
Antes das mudanças na Lei Seca, que começaram a valer na sexta-feira (21), somente o bafômetro e o teste sanguíneo serviam como provas para o motorista suspeito de embriaguez responder a processo criminal. Agora, com a nova lei, gravações em vídeo também podem valer para comprovar a embriaguez. Outras provas que passam a ser permitidas são: fotos e depoimentos de testemunhas.
Após voltar do IML, a motorista, que preferiu não se pronunciar, foi colocada numa cela.  A delegada, além de indiciar a engenheira química por dirigir alcoolizada, arbitrou uma fiança de R$ 9 mil para que ela possa responder o processo em liberdade.
Outro flagrante
Na Avenida Zaki Narchi, na Zona Norte, um motorista suspeito de dirigir embriagado foi parado por policiais militares nesta terça-feira. O homem, que não informou seu nome, fez o teste do bafômetro e admitiu ter bebido. O resultado do etilômetro apontou uma dosagem acima do mínimo permitido. Ele foi preso em flagrante pela Polícia Militar e conduzido a uma delegacia.
Balanço de Natal
De acordo com balanço feito pela Polícia Militar, 62 motoristas foram multados em blitzes da Lei Seca em R$ 1.915,40 por dirigir alcoolizados em São Paulo entre as noites de sexta-feira (21) e a véspera do feriado de Natal (24). Ainda segundo a PM, 883 motoristas foram parados nas fiscalizações após a entrada em vigor da Nova Lei Seca, na sexta-feira. Apenas duas pessoas se recusaram a fazer o teste do bafómetro, e oito vão responder a processo por crime de trânsito.

Fonte: G1

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Colisão entre carro e carroça deixa dois mortos em Maceió



Duas pessoas morreram, na madrugada desta terça-feira (25), após um veículo Fiesta Sedan se chocar com uma carroça na rodovia BR-316, num trecho urbano conhecido como Via Expressa, em Maceió.
Testemunhas relataram aos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que o condutor do veículo, que fugiu do local, disputava corrida com outro carro quando aconteceu o acidente, e que suspeitam que o condutor seja menor.
Segundo informações dos inspetores da PRF, o veículo estava em alta velocidade quando se chocou com a carroça que seguia na mesma direção. Com a violência do impacto, os ocupantes da carroça, que foi destruída, foram jogados a mais de cinco metros de distância e morreram no local antes mesmo de receberem socorro médico.
As vítimas foram o carroceiro Natalício Gomes da Silva, de 62 anos, e Marcos Alberto da Silva, de 38 anos, que seguiam do bairro da Serraria para o Sítio São Jorge.
Familiares que estiveram no local disseram que Marcos Alberto havia contratado o carroceiro Natalício Silva para fazer o transporte de uma motocicleta que estava com defeito.
No impacto, o cavalo que puxava a carroça chegou a ser atingido e também morreu assim como, um cachorro, que pertencia ao carroceiro. O veículo saiu da pista e só parou após atingir um coqueiro. Mesmo diante da suspeita de que o veículo disputava corrida com outro carro, a causa do acidente ainda será investigada.
Fonte: G1

Motorista invade escola e atropela 23 estudantes na China

Vinte e três estudantes de uma escola secundária do norte da China ficaram feridos por causa de um motorista, que, de forma deliberada, lançou seu veículo contra o grupo em pleno pátio do colégio, informou nesta terça-feira a agência Xinhua. O incidente ocorreu na segunda-feira, na escola secundária de Fengning, situada na província de Hebei, sendo este o segundo ataque contra um centro escolar registrado no país asiático em menos de duas semanas.
Segundo as autoridades locais, que confirmaram que o motorista estava sob efeitos de álcool e drogas, 13 estudantes tiveram que ser hospitalizados, incluindo um com uma grave fratura craniana. Apesar de o incidente ter chocado os familiares dos estudantes, a tragédia poderia ter sido ainda maior, já que a polícia encontrou um galão de gasolina e artefatos explosivos no interior do veículo. De acordo com as autoridades, o condutor possuía um claro plano de ataque ao colégio.
As autoridades estão averiguando os motivos dessa ação, embora tenham adiantado em nota oficial que o condutor, cujo nome não foi revelado, era um homem "revoltado com a sociedade". Esse é o segundo ataque contra centro educacionais registrado na China nos últimos dias, já que, no último dia 14 de dezembro, um homem feriu 22 crianças e um adulto na porta de uma escola primária na província de Henan.
Na ocasião, a polícia assinalou que o agressor, identificado como Min Yingjun, de 36 anos, estava desequilibrado pelos rumores sobre um iminente "fim do mundo" relacionado ao dia 21 de dezembro.
Fonte: Terra

Três homens e uma mulher são presos suspeitos de decapitarem homossexuais


Três homens e uma mulher foram presos no início da noite desta segunda-feira (24/12) suspeitos de terem decapitado e queimado dois homossexuais no Pedregal, no Novo Gama (GO). O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira.

Os quatro suspeitos prestaram depoimento na delegacia de Céu Azul, porém, apenas um deles foi autuado por porte de armas e drogas. O restante foi liberado, mas os quatro continuam suspeitos do crime. Segundo informações da delegacia, quatro parentes das duas vítimas também se encontram no local.
O delegado decidirá ainda nesta segunda-feira se os três homens e a mulher serão considerados culpados.

Os corpos das duas vítimas foram encontrados carbonizados, na Quadra 672, Lote 10. As cabeças foram achadas a três quadras do local do crime. O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar um incêndio em uma residência e encontrou as vítimas, José Dalvanei Alves Pereira, 37 anos, e um travesti, conhecido por Camila.

Fonte: Correio Braziliense

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Motorista que atropelou 6 da mesma família se apresenta e é liberado



O motorista que atropelou seis pessoas de uma mesma família, entre elas três crianças, em Planaltina neste domingo (23) se apresentou na tarde desta segunda (24) à polícia, mas foi liberado depois de prestar depoimento. Uma mulher de 52 anos morreu no acidente e uma criança de 2 anos está em estado grave.
Apesar de ter atropelado as pessoas sobre a calçada, ter fugido sem prestar socorro e não ter carteira de habilitação, o delegado Edson Medina disse que vai esperar o laudo da perícia para indiciar o motorista, que tem 22 anos e mora no mesmo condomínio das vítimas.
Ele chegou à delegacia com o rosto coberto e não deu entrevista. O advogado dele negou que o cliente dele estivesse embriagado ou em alta velocidade, contradizendo o depoimento de testemunhas. Também disse que ele começou a prestar socorro, mas fugiu diante de ameaças de linchamento. O carro dele foi apedrejado.
Vítimas
Das vítimas do atropelamento levadas ao hospital, o caso mais grave até a publicação desta reportagem era o menina Maria Helena Rodrigues, de 2 anos. Ela estava na UTI em estado grave. A mãe dela, Camila Barbosa, de 18 anos, teve uma lesão na coluna, mas o quadro é estável. A avó da menina, Maria Helena Rodrigues, de 52 anos, morreu no acidente.

Fonte: G1

Caiaque vira e adolescente desaparece no mar de Manguinhos



Um adolescente de 16 anos desapareceu no mar, na praia de Manguinhos, na Serra, Grande Vitória, no domingo (23). Segundo o Serviço de Segurança Marítima (Salvamar), o adolescente estava de caiaque e sem colete salva-vidas quando o caiaque virou. Ele afundou e não foi mais visto. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas, até a noite deste domingo, o adolescente não foi encontrado.
De acordo com Claudino Rodrigues, coordenador do Salvamar, o caiaque era emprestado e o dono relatou que o adolescente disse ter experiência, mas não tinha de fato. "Fomos acionados quando o adolescente já tinha afundado. Testemunhas disseram que o caiaque virou e o jovem tentou se segurar nele, mas afundou e não foi mais visto. Fizemos buscas na região e acionamos os bombeiros, mas ainda não o encontramos", conta.
O coordenador do Salvamar reforça o alerta para que as pessoas tenham atenção e não se aventurem no mar de forma imprudente. "É a segunda ocorrência grave do fim de semana e os dois casos foram por imprudência. No sábado, um empresário morreu afogado, mesmo sendo experiente no mar. Neste fim de semana fizemos cerca de 35 resgates nas praias da Serra. Os banhistas precisam redobrar a atenção", afirma.

Fonte: G1



Polícia procura suspeito de estuprar mulher de 60 anos no DF



A Polícia Civil do Distrito Federal procura o suspeito de ter estuprado uma mulher de 60 anos na madrugada do domingo (23). O crime ocorreu na única casa de um condomínio em construção na quadra 17 do Park Way. De acordo com os agentes, ela não mora no local, mas dormia no lugar por ser amiga dos donos da residência, que se mudaram há três meses.
Ainda segundo a polícia, aparentemente o homem queria apenas furtar a casa, que estava vazia. Ele estava desarmado, com o rosto coberto e arrombou três portas. A agressão à mulher teria durado cerca de 15 minutos. Os agentes disseram que a vítima estava muito assustada e foi levada ao hospital para os primeiros cuidados e depois passará por exames no Instituto Médico Legal (IML).
De acordo com a polícia, um homem encontrado esfaqueado no Park Way é o suspeito de ter cometido o crime. Ele trabalha em uma obra próxima ao local e está sendo atendido no Hospital Regional da Asa Norte. Se comprovado que ele é o autor do estupro, o homem pode pegar até 15 anos de prisão.

Fonte: G1

Polícia investiga morte de homens que foram decapitados e carbonisados, em Valparaíso

Dois homens foram decapitados na madrugada desta segunda-feira (24/12) em Pedregal, no Novo Gama (GO). Os corpos foram encontrados carbonizados na Quadra 672, Lote 10. As cabeças foram achadas a três quadras do local do crime. 
O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar um incêndio em uma residência e encontrou as vítimas, José Dalvanei Alves Pereira, 37 anos, e um travesti, conhecido por Camila. Em um segundo chamado, a polícia encontrou a cabeças das vítimas na Quadra 668, em frente ao Lote 13, do Pedregal.
A polícia investiga o caso, mas ainda não sabe os autores, nem o motivo do crime. A mãe adotiva de Dalvanei, Maria da Conceição  Vasconcelos, 55 anos, informou que o filho já estava recebendo ameaças, mas não sabe o motivo, nem de quem poderia ter sido. Ao que tudo indica, uma terceira pessoa esteve bebendo com as vítimas, na noite do crime, mas a policia ainda não tem informações de quem seria. 

Fonte: Correio Braziliense

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Nova lei seca põe fim à brecha do bafômetro, mas depende de tribunais

As novas regras que endurecem a lei seca e começam a vigorar nesta sexta-feira (21) devem acabar com a brecha usada por muitos motoristas para fugir de punição. Segundo especialistas ouvidos pelo G1, recusar o bafômetro não vai mais impedir o processo criminal, mas há críticas à "subjetividade" do texto.
Para advogados, a lei aumenta o poder da autoridade policial de dizer quem está embriagado e, para defensores da tolerência zero ao volante, a norma transfere aos tribunais a tarefa de interpretar cada caso, dando margem para que motoristas alcoolizados .
A mudança no Código Brasileiro de Trânsito sancionada sem vetos nesta quinta-feira (20) pela presidente Dilma Rousseff possibilita que vídeos, relatos, testemunhas e outras provas sejam considerados válidos contra os motoristas embriagados. Além disso, aumenta a punição administrativa, de R$ 957,70 para R$ 1.915,40. Esse valor é dobrado caso o motorista seja reincidente em um ano.
A lei seca havia sido esvaziada depois que o STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu que o bafômetro e o exame de sangue eram obrigatórios para comprovar o crime. Motoristas começaram a recusar os exames valendo-se de um direito constitucional: ninguém é obrigado a produzir provas contra si mesmo. O condutor era multado, perdia a carteira e tinha o veículo apreendido, mas não respondia a processo.
Isso acontecia porque a lei previa como conduta proibida dirigir com mais de 6 dg/L (decigramas por litro) de álcool no sangue. Agora, passa a ser crime “conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência”. Com isso, o limite de álcool passou a ser uma das formas de se comprovar a embriaguez, e não mais um requisito de punição.

Críticas

Para o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), autor de um projeto que previa tolerância zero aos motoristas, as mudanças são como "enxugar gelo". "A lei poderia ter sido mais ousada, porque nós estamos diante de uma epidemia. São mais de 40 mil mortes por ano."

O maior problema, no entanto, segundo o senador, está na subjetividade da nova lei. “Eu acho que ficou muito subjetivo. Os agentes vão fotografar, vão filmar. Mas como o juiz vai interpretar essa prova? O bafômetro é a única ferramenta eficaz de comprovar”, defende. "Nós teremos problemas na interpretação disso [pelos tribunais]."
“Eu acho que a lei traz inovações e mudanças que faziam parte da proposta de nossa autoria aprovada no Senado. O vídeo, imagem, testemunho para inibir esse consórcio perverso que é a embriaguez e a direção no trânsito”, afirma Ferraço. “Mas estou aguardando para ver na prática esta forma tão subjetiva que a lei incorporou de comprovar a embriaguez”, afirma.
O advogado constitucionalista Pedro Serrano também avalia que as novas regras possuem conceitos subjetivos que podem abrir espaço para contestações no Supremo Tribunal Federal (STF).
“No direito penal, o crime tem que ser previsto usando palavras precisas, e não palavras abertas. É muito vago falar em 'afetar a capacidade psicomotora'. Isso acaba jogando na autoridade policial o poder de definir, e não na lei. Cabe à lei definir qual é a conduta proibida, e não à autoridade policial”, afirma. “Do contrário, fere o Estado de Direito.”

"Qualquer pessoa que sofrer esse tipo de constrangimento pode levantar essa questão. É um princípio constitucional", completa.

Elogios

Já para o juiz criminal de São Paulo Fábio Munhoz Soares, um dos que devem julgar casos envolvendo pessoas embriagadas ao volante, a mudança "é um avanço”.

“Agora basta qualquer tipo de prova que demonstre que você está embriagado. Não adianta recusar o bafômetro. A lei acabou com aquela situação do sujeito que sai cambaleando e não tem como comprovar que estava bêbado. Ele é encaminhado para a delegacia para o perito para fazer o exame clínico”, diz.

Para o magistrado, o policial tem papel relevante. "Sempre foi desse jeito. O policial sempre foi ouvido, ele é uma testemunha muito importante", afirma.

O promotor Marcelo Barone também elogia a alteração. Segundo o integrante do Ministério Público, a forma anterior da lei impedia que os motoristas alcoolizados fossem denunciados. “Digamos que não era uma brecha, era uma avenida inteira. Eu mesmo cheguei a deixar de oferecer denúncia. Agora vão aumentar os flagrantes, prisões, denúncias. A pessoa vai sentir alguma consequência no ato”, avalia.

Mas o juiz ressalva que, "para que seja processado criminalmente e condenado, é necessário que fique demonstrado que o indivíduo teve a capacidade alterada". "Do contrário, não há como ser condenada", afirma.
Penas

O aumento da multa aos motoristas não é consenso entre os especialistas, mas, sobre a punição na esfera penal, ele avaliam que o Congresso perdeu a oportunidade de aumentar as penas em caso de condenação.
“Essas multas muito pesadas são só para dizer que é mais severo, mas tem muito pouca eficácia”, avalia o juiz Munhoz Soares. "Mas matar bêbado no trânsito devia ser uma causa de aumento de pena. É esse o tipo de crime que nos deixa mais perplexos. Se quer realmente prender, tem que colocar uma pena alta, mais de quatro anos."
Para o promotor, a pena deveria ter sido aumentada, porque hoje geralmente é convertida em serviços à comunidade. “Por que nos Estados Unidos funciona? Porque lá é preso, aqui não. Mas isso implica em aumentar o número de pessoas presas. Tem que construir presídios, não interessa para o governo”, diz.
Já Dirceu Rodrigues Alves Jr, da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), acredita que a única solução é a tolerância zero de álcool no trânsito. “Essa legislação realmente facilita o diagnóstico. O bafômetro passa a ser usado como fator de negativa do álcool, ou seja, o motorista vai soprar para provar que não ingeriu álcool. Mas tudo fica alterado com a bebida, atenção, concentração, raciocínio, respostas, reflexos, visão, audição. Teria que proibir totalmente”, afirma.

Fonte: G1

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Brasileiro de 35 anos chocou os 35 mil moradores da cidade de Salon-de-Provence, no sul da França

Um crime envolvendo um brasileiro de 35 anos chocou os 35 mil moradores da cidade de Salon-de-Provence, no sul da França. De acordo com a agência de notícias RFI, o homem matou a mulher, de 29 anos, a facadas e enforcou as duas filhas, de 3 e de 10 anos, antes de se suicidar, também por enforcamento. O triplo assassinato ocorreu no fim de semana, na garagem da casa da família, localizada na Rua Maryse Bastié, no Condomínio Clos Mouton, dentro da base aérea da cidade. O Correio entrou em contato com a polícia local, mas um agente perguntou se a ligação partia de algum familiar no Brasil e afirmou que não poderia dar informações sobre o caso. “Impossível, é sigilo”, comentou.
Segundo o jornal local La Provence, que estampou a manchete “O horror em Salon”, policiais se reuniram com todos os militares inquilinos e lhes pediram que não concedam entrevista, em respeito à família morta. O periódico informou que o crime teria ocorrido na noite de domingo, mas os corpos só teriam sido encontrados às 18h30 de anteontem (hora local). Um amigo, que tinha o hábito de buscar uma das filhas do casal na escola, descobriu que ela não havia comparecido à aula e foi até a casa da família.

Fonte: Correio Braziliense

Mãe é flagrada por câmera tentando asfixiar a filha de 2 anos em hospital na Argentina

Uma mulher de 27 anos foi presa por tentar asfixiar a própria filha de 2 anos, internada no Hospital de Niños de Córdoba, na Argentina. Segundo o jornal “Clarin”, o neurologista que tratava da criança desconfiou que alguma coisa estivesse errada. A menina estava recebendo tratamento há um mês e não apresentava evolução.
A criança, que tem paralisia cerebral, foi levada ao hospital pela mãe, no final do mês de novembro, com convulsões. Os hospitais iniciaram o tratamento, certos de que estavam diante de um problema neurológico. O chefe de departamento, Claudio Palacios, observou que a criança tinha uma evolução irregular. Por isso a equipe instalou uma câmera de vídeo no quarto dela, para estudar o comportamento durante o sono. Só então descobriram o verdadeiro motivo da não reação.
A mãe da garota não sabia que a câmera instalada funcionava 24 horas por dia. Segundo o ministro de Desenvolvimento Social da província de Córdoba, Daniel Passerini, o que o equipamento flagrou foi uma surpresa:
- Em um dos episódios de parada respiratória que a menina teve, a mãe saiu do quarto para alertar a equipe porque dava a menina como morta, e por sorte ela sobreviveu à situação - contou.
Ainda de acordo com a publicação, quando a equipe de neurologia verificou a filmagem, na manhã seguinte, viu que durante seis minutos a mãe fez de tudo para asfixiar a filha.
- O que se viu foi arrepiante, não conseguíamos acreditar que a mãe estava tentando sufocar a filha, doente e indefesa - confirmou um dos funcionários do hospital.
Os médicos chamaram a polícia imediatamente, e a mãe foi logo detida, acusada de tentativa de homicídio qualificado, por vínculo com a vítima. A menina está na unidade de terapia intensiva, sob a guarda do pai biológico, que não vivia com a mãe dela.
A partir da descoberta, o histórico da paciente passou por nova análise, porque é possível que os problemas neurológicos sejam resultado dos ataques da mãe.

Fonte: extra.globo

Gurgel diz que pedirá nesta semana prisão de condenados no mensalão

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse nesta quarta-feira (19) que deve pedir "ainda nesta semana" a prisão imediata dos condenados no processo do mensalão. Ele afirmou que faz um "estudo mais aprofundado" antes de entrar com o pedido.
Como o Supremo entra em recesso a partir de quinta (20), o tema pode ser decidido monocraticamente pelo presidente do tribunal, ministro Joaquim Barbosa, que relatou o processo do mensalão.
"O que aconteceu é que eu só poderia pedir após a conclusão do julgamento. O julgamento somente se concluiu na segunda-feira e estou ultimando um estudo mais aprofundado da questão e devo estar requerendo isso nos próximos dias. O mais rapidamente possível", disse. Perguntado, então, sobre quando poderia acontecer, ele completou: "Eu diria que ainda esta semana."

Para Gurgel, é preciso garantir a "efetividade" da decisão para que o "esforço" do julgamento não seja relegado aos "porões da ineficiência". "A grande urgência que existe é de dar efetividade à decisão do Supremo. Esse esforço magnífico que foi feito pelo Supremo no sentido de prestigiar de forma importantíssima os valores republicanos não pode agora ser relegado aos porões da ineficiência."
Na terça, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e mais cinco réus protocolaram pedido para que o plenário do Supremo decida se os condenados no processo do mensalão devem ser presos imediatamente ou se será necessário aguardar o trânsito em julgado do processo - quando não couber mais recursos. Até a publicação desta reportagem, quando a sessão da corte estava em andamento, os pedidos não tinham sido analisados. O objetivo dos condenados é evitar que a questão venha seja decidida no recesso por Barbosa.
Para Roberto Gurgel, seria "inusitado" o plenário decidir sem a manifestação do procurador sobre o tema.
"A análise que eu faço é que o Ministério Público, tal como a defesa é protegida constitucionalmente, também a atuação da acusação é protegida constitucionalmente, então o Ministério Público irá requerer quando entender que é oportuno, quando entender que reuniu os elementos necessários. A meu ver, pretender que o assunto seja examinado sem que o Ministério Público tenha postulado, é algo no mínimo inusitado."
O procurador destacou, porém, que há possibilidade de o presidente deixar o caso para ser definido em plenário somente em fevereiro. "O regimento do Supremo prevê que no recesso o presidente, enfim, está autorizado a tomar todas as medidas em nome do tribunal. Mas, de qualquer forma, isso será algo que se realmente o ajuizamento da petição ocorrer no recesso o presidente [...] poderá aguardar o retorno do plenário em fevereiro."
Argumento de advogados
O advogado de José Dirceu, José Luís Oliveira Lima, afirmou em petição que, como já foram coletados os passaportes dos condenados, "não há, no entender da defesa e com a devida vênia, fundamento inidôneo na decisão cautelar que demonstre a urgência na imposição dessa medida [de prisão]", destacou.
Oliveira Lima também lembrou que o pedido para que o plenário revertesse a retenção dos passaportes não chegou a ser analisada pelos ministros. A defesa de vários réus entrou com agravo pedindo a devolução do documento, mas Barbosa não levou o tema para discussão.
O advogado frisou que Gurgel disse que faria o pedido posteriormente, mas que o recesso começará. O advogado diz que ao "impedir" o plenário votar o tema na última sessão do mensalão, o procurador "escancarou que não há urgência em seu pedido preventivo".
Para Oliveira Lima, a prisão cautelar de seu cliente seria "inconstitucional". "Ocorre que se avizinha o recesso judiciário e o plenário não mais se reunirá. No mérito e sob todos os aspectos possíveis, essa prisão cautelar é flagrantemente inconstitucional. E, caso a PGR reapresente o malfadado pedido de prisão cautelar durante a paralisação das atividades do plenário, o pleito evidentemente não poderá ser apreciado pelo excelentíssimo presidente em exercício, uma vez que faltará o indispensável requisito de urgência."

Fonte: G1

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Asteróide de 5km passou próximo à Terra

O 4179 Toutatis tem cerca de 5,4 quilômetros de diâmetro e está se movendo a uma velocidade de 11,9 quilômetros por segundo.
De acordo com a NASA, a rocha espacial vai viajar a uma distância de 69,31,175 km, cerca de 18 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

O asteroide foi observado pela primeira vez em fevereiro de 1934, mas manteve-se perdido por várias décadas até ser redescoberto em 04 de janeiro de 1989.
A rocha espacial orbita o Sol após cada 1.469 dias. A próxima vez que estará mais próximo da Terra será em 29 de dezembro de 2016.
Apesar do asteroide não ter uma trajetória de colisão, a rocha espacial é considerada potencialmente perigosa devido a sua aproximação e tamanho, que poderia devastar o planeta Terra.
Segundo o Space.com, o impacto do asteroide Toutatis causaria danos catastróficos, provavelmente alterando o clima do mundo por muitos anos.
Para efeito de comparação, o site especializado em astronomia, diz que o asteroide que teria dizimado os dinossauros há 65 milhões de anos tinha cerca 10 km de diâmetro.

Pai mata bebê de duas semanas por interromper maratona de videogame

Um bebê de apenas duas semanas foi morto pelo pai no estado da Carolina do Norte, Estados Unidos, após interromper uma maratona de videogame. Brian Frazier, de 20 anos, foi preso por ter golpeado a criança, chamada Khan, para que ela voltasse a dormir, tendo este ferimento levado ao seu óbito mais tarde.
O pai estava em uma maratona de videogame durante a madrugada, quando por volta das 5h o choro de Khan o interrompeu. Brian deu um soco no rosto do bebê, que voltou a dormir, tendo falecido nas horas seguintes, segundo o promotor. Brian e a mãe da criança, Stefany Ash, encontraram o bebê morto quando acordaram, em torno das 14h.
O casal chegou a discutir a possibilidade de encobrir a morte de Khan, forjando um sequestro. Após uma hora, eles mudaram de ideia e informaram o serviço de emergência dos Estados Unidos, o 911, do ocorrido. Brian está sendo acusado de assassinato em primeiro grau, equivalente ao homicídio qualificado no Brasil, e Stefany está sendo indiciada por ter sido cúmplice.
Além de Khan, eles ainda também têm outro filho, chamado Kane, de um ano e três meses, que foi encaminhado ao Serviço de Proteção à Criança do estado. Antes do incidente, Brian e Stefany já haviam sido visitados pelo departamento de serviço social do estado da Carolina do Norte, o qual questionou as condições em que as crianças estariam vivendo.
Segundo o padrasto de Stefany Ash, Brian Alston, sua enteada tinha um relacionamento abusivo com Brian e sua residência vivia imunda, com fraldas sujas, latas de bebida e restos de comida espalhados pela casa. A mãe de Stefany, Sandra Alston, defendeu a filha, dizendo que ela não podia limpar a casa por conta da recente cirurgia cesariana.
Não é a primeira vez que uma maratona de games resulta em morte. Em novembro deste ano, um jovem tailandês faleceu depois de passar horas em frente ao PC jogando. Em Taiwan, em setembro passado, resultou em óbito a jogatina de um homem de 48 anos. Já no mês de julho, também em Taiwan um rapaz morreu após jogar cerca de 40 horas seguidas Diablo 3.

Fonte: Techtudo/Games

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Locutora que deu 'trote' na família real não para de pensar em enfermeira



Uma das apresentadoras da rádio australiana que fez uma ligação falsa para o hospital no qual estava internada a esposa do príncipe William, Kate, e que terminou com a morte de uma enfermeira disse nesta segunda-feira (10), entre lágrimas, que não para de pensar na vítima.
"Não paro de pensar", disse Mel Greig em uma entrevista a um canal de televisão ao comentar a morte de Jacintha Saldanha, a enfermeira do hospital King Edward VII que passou a ligação da locutora a um colega.
A locutora se fez passar pela rainha da Inglaterra, Elizabeth II, para obter detalhes sobre a gravidez de Catherine, a duquesa de Cambridge, que estava internada no hospital.
Saldanha, de 46 anos e mãe de dois filhos, foi encontrada morta poucos dias depois. A imprensa britânica afirma que ela cometeu suicídio e considera os dois apresentadores australianos responsáveis.
"Espero que estejam bem, realmente espero", afirmou sobre a família da enfermeira.
Greig e seu colega Michael Christian, ambos apresentadores na rádio "2Day FM", ligaram para o hospital e, imitando vozes com sotaques britânicos, se fizeram passar pela rainha e o príncipe Charles.

Fonte: G1



Oposição quer apuração do suposto envolvimento de Lula com mensalão



Partidos de oposição cobraram nesta terça (11) a investigação da suposta vinculação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o mensalão, segundo depoimento de Marcos Valério à Procuradoria-Geral da República revelado em reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo".
Segundo o jornal, Valério, condenado pelo Supremo Tribunal Federal a mais de 40 anos de prisão como operador do mensalão, disse que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu o "ok" para os empréstimos dos bancos Rural e BMG para o PT com a finalidade de viabilizar o esquema do mensalão (pagamento a parlamentares para aprovar projetos de interesse do governo).
O líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PSDB-PR), afirmou nesta terça-feira (11) que vai protocolar convite para que Marcos Valério dê explicações na Casa sobre o depoimento, que teria sido dado em setembro à Procuradoria-Geral da República. PPS também cobrou PGR a abrir investigação para apurar o suposto envolvimento de Lula.
O Instituto Lula informou ao G1 que ele não pretende se manifestar sobre a reportagem. O PT nega as afirmações atribuídas a Marcos Valério na reportagem e aponta a existência de uma "campanha difamatória" contra o partido.
“Vamos criar o fato político no Congresso. Ouvir Marcos Valério é propor transparência, é colocar todo o fato à luz, para que a sociedade possa dele tomar conhecimento”, disse Álvaro Dias.
O senador afirmou ainda que poderá protocolar nova representação na Procuradoria-Geral da República pedindo abertura de inquérito para investigar as denúncias de Marcos Valério. O PSDB já havia protocolado representação solicitando apuração assim que as primeiras notícias sobre o novo depoimento de Valério foram divulgadas.
Agora, o partido decidirá se apresenta novo documento à PGR ou se acrescenta argumentos à representação já enviada. A medida a ser tomada será definida em reunião da bancada do PSDB no Senado, às 13h.
“Temos que convocar o Ministério Público e quando optamos por uma representação é para cumprir esse papel, da convocação, podemos promover um aditamento à representação já protocolada anteriormente, podemos protocolar nova representação com os últimos fatos e podemos convidar Marcos Valério para depor”, afirmou.
De acordo com edição desta terça-feira (11) do jornal "O Estado de S.Paulo", dinheiro do esquema do mensalão foi usado para pagamento de "despesas pessoais" de Lula. O PT negou, segundo o jornal, ter arcado com honorários do advogado do Marcos Valério.
O PPS também cobrou nesta terça que o Ministério Público abra investigação para apurar o envolvimento de Lula no esquema do mensalão. "Diante das declarações dadas ao Ministério Público não resta outro caminho. É abertura imediata de inquérito", afirmou o presidente do partido, deputado Roberto Freire (SP).
O partido assinou, em conjunto com o PSDB, pedido de abertura de inquérito protocolado em novembro na Procuradoria-Geral que solicitava apuração da atuação de Lula no esquema de pagamento de propina a parlamentares da base aliada.
Fonte: G1

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Policial confunde gari com ladrão e dispara duas vezes contra trabalhador

Um gari foi atingido enquanto trabalhava por dois tiros disparados por uma policial militar na madrugada desta quarta-feira (5/12), no Riacho Fundo II. O acidente ocorreu por volta de 4h50, segundo a Polícia Militar.

Luiz Carlos dos Santos, 30 anos, recolhia o lixo na quadra QN 14E, quando o alarme do carro da policial Ana Paula Fernandes, 39, apitou. Assustada, a policial disparou três tiros contra o gari, quando achou que seu carro estava sendo roubado, esclareceu o delegado da 29ª DP (Riacho Fundo), Flávio Marcondes. Dois tiros atingiram a mão e o braço de Luiz; o terceiro disparo acertou o caminhão de lixo.

A vítima foi encaminhada ao Hospital de Samambaia e logo foi liberada. Na manhã desta quarta-feira (5/12), o gari e a militar compareceram à 29ª DP para prestar depoimentos. Um inquérito foi aberto para apurar o caso.


Fonte: CorreioWeb

Polícia Civil apreende cerca de uma tonelada de maconha na BR-060


Agentes do Departamento de Polícia Especializada (DPE) apresentam detalhes da operação na tarde desta quarta-feira (5/12). Dois suspeitos também foram detidos, pelo crime de tráfico de drogas. Os presos e o material apreendido são levados, neste momento, para o Complexo da Polícia Civil, próximo ao parque da Cidade, segundo a Divisão de Comunicação. Uma equipe de agentes da Divisão de Operações Especiais (DOE) realizou a escolta.

Uma chácara às margens da BR-060 abrigava o material, que totaliza 1,1 tonelada da droga. Segundo a Polícia Civil, a apreensão foi realizada depois de quase dois meses de investigações.  Dois suspeitos de integrar a quadrilha continuam foragidos.
Fonte: CorreioWeb

Cirurgião que operou modelo teria feito outra vítima em Goiás, diz família



 O cirurgião plástico que operou a Miss Jataí Turismo, em Goiânia, já teria feito outra vítima em junho deste ano na cidade de Jataí, no sudoeste do estado, segundo informações da família. A funcionária pública Raila Silva Leal Carvalho, de 32 anos, morreu após fazer um procedimento de lipoaspiração em um hospital particular da cidade.
Modelo morre após fazer cirurgia para colocar silicone nos seios 

De acordo com o atestado de óbito assinado pelo médico a causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória. Mas para a família a mulher foi vítima de erro médico. “Ela não tinha dor de cabeça, não sentia nada. Só dava orgulho para gente”, diz o pai Saulo Leal.
A família, que mora em Santa Rita do Araguaia, já entrou na justiça para pedir o esclarecimento da morte. “Não existe. Uma pessoa que entra sã e em questão de três horas a gente ter uma notícia dessas”, lamentou o viúvo da funcionária Nelson Dias.
A cidade de Santa Rita do Araguaia fica na divisa com o estado do Mato Grosso e com a cidade mato-grossense de Alto Araguaia. Segundo a família, o médico também é bastante conhecido na região e várias mulheres já teriam sido operadas por ele. O médico teria uma secretaria que fica na região e seria responsável pela agenda dele. Ela faz a intermediação com os pacientes e programa a data e o horário das consultas.
O cirurgião atende no Hospital Samaritano de Alto Araguaia. De acordo com a recepcionista ele vai à cidade a cada três meses para realizar as consultas. Já as cirurgias são realizadas em Jataí e Goiânia. “Ele veio aqui e atendeu na semana passada. Essa semana não”, disse a funcionária.
Miss Jataí Turismo
No último sábado (1) a Miss Jataí Turismo Louanna Adrielle Castro Silva, de 24 anos, também teve uma parada cardíaca depois de um procedimento para colocar prótese de silicone nos seios. De acordo com a família, o pré-operatório foi em uma clínica em Jataí, mas a cirurgia foi realizada no Hospital Buriti, no Parque Amazônia, em Goiânia.
Louanna Adrielle Castro Silva, de Jataí, teve duas paradas cardíacas

Segundo o cunhado da vítima, Leandro Cabral, a modelo já tinha feito o procedimento na mama direita, mas sofreu uma parada cardíaca ao receber a prótese na mama esquerda. Sem Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no hospital, a jovem teve de ser encaminhada para outra unidade, mas não resistiu.
O G1 entrou em contato com o hospital, mas informação foi de que ele não atende no local, somente realiza cirurgias e, por isso, não teria como encontrá-lo. Na clínica em Jataí, o telefone não atendeu.
Sonho
Segundo a família, Louanna sonhava com a cirurgia. “Aquela menina era linda demais, mas ela não gostava dos seios e queria colocar silicone. Então, eu apoiei o sonho dela”, afirmou Giuliano Cabral, em entrevista ao G1, na tarde de segunda-feira (3). Ele vivia com a jovem há sete anos.
O problema maior, segundo Giuliano, é que o médico que operou a jovem não teria esclarecido que a UTI não ficava no hospital: “Na verdade, ele falou que a gente tinha duas opções. Ele operava aqui em Jataí ou em Goiânia. Preferimos Goiânia justamente por causa da UTI, mas ele não explicou que a unidade não tinha UTI. Pelo contrário, ele nos disse que estava tudo tranquilo”.
Dênia Ferreira de Castro Silva, mãe da modelo disse que está inconformada com a morte da filha. “Ela era um doce, um amor, amiga, companheira. Nunca me deu trabalho. Ela me obedecia e só não me obedeceu nisso. Falei para ela não fazer a cirurgia, mas era o sonho dela”, lamentou a mãe, em entrevista à TV Anhanguera.
Investigação
A Polícia Civil já instaurou inquérito para apurar as causas da morte da modelo. Para concluir as investigações, a polícia precisa do resultado dos laudos do Instituto Médico Legal (IML). Um deles, o toxicológico, vai apontar se a jovem tinha ou não a presença de drogas no organismo.
O exame foi pedido porque o laudo médico sobre a morte dizia que a jovem sofreu as paradas cardíacas porque seria usuária de entorpecentes, versão contestada pela família. O resultado do exame toxicológico pode levar mais de um ano para ficar pronto, segundo o IML.
A delegada titular do 13º Distrito Policial de Goiânia, Mirian Aparecida Borges de Oliveira, o caso já começou a ouvir as testemunhas. “Tão logo que nós ouvirmos os familiares, nós vamos oficiar a diretoria do hospital para que apresente o primeiro médico, que é o cirurgião plástico, e depois os demais profissionais que participaram dessa cirurgia”, explica a delegada.

Fonte: G1

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

No Ceará, grupo 'exagera' no 'boa noite cinderela' e mata empresário

Um homem e duas mulheres foram presos por latrocínio (roubo seguido de morte), na noite de quinta-feira (29), em Fortaleza, após "exagerarem" na dosagem de soníferos ao aplicar o golpe conhecido como “boa noite Cinderela”. Segundo o titular da Delegacia de Roubos e Furtos, Romério Almeida, as duas mulheres estavam em casa quando foram encontradas pela polícia. Em depoimento, elas denunciaram a participação de um homem de 32 anos, que foi encontrado com cartões e objetos da vítima.
De acordo com Almeida, as duas mulheres convidaram o empresário para ficar na mesa onde estavam em uma churrascaria. Os três beberam juntos e decidiram ir para outra churrascaria, mas a vítima já havia ingerido uma alta dosagem de soníferos sem saber. Segundo o delegado, a caminho do outro restaurante, ele perdeu os sentidos, foi roubado e abandonado em uma rua do Bairro Presidente Kenedy.
“Ele foi deixado abandonado, praticamente morto, haja vista a vizinhança ter percebido o ato e ter comunicado a polícia”, disse o delegado, acrescentando que o empresário não resistiu à alta dosagem de drogas e morreu. As mulheres, de 18 e 48 anos, foram as primeiras a serem presas e, por meio delas, a polícia chegou até o terceiro suspeito.
O homem foi detido quando tentava sacar a quantia de R$ 15 mil em uma agência bancária. O suspeito também tentou fazer saques em caixas eletrônicos. Segundo Almeida, os três estão envolvidos em pelo menos 10 golpes de “boa noite Cinderela”, mas esta é a primeira vez que o crime terminou com um homicídio. Os suspeitos podem pegar até 30 anos de prisão.

Fonte: G1

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Homem que comeu baratas vivas em concurso morreu sufocado nos EUA


O americano Edward Archbold, que morreu em outubro após vencer um concurso em que comeu baratas e vermes vivos, teve como causa de morte "asfixia provocada por sufocação e aspiração de conteúdos gástricos", segundo necropsia feita pelos legistas do condado de Broward e divulgada nesta segunda-feira (26).
A morte de Archbold, de 32 anos, foi considerada um acidente. Pedaços das baratas obstruíram as vias respiratórias dele, segundo os médicos do condado da Flórida.
Os exames não indicaram consumo de drogas. 
Um vídeo publicado no YouTube à época mostrou os participantes do concurso ingerindo baratas e vermes em West Palm Beach.

O concurso aconteceu em 5 de outubro em Deerfield Beach. De acordo com a delegacia do condado de Broward, Archbold comeu dezenas de baratas.
Ele ganhou o concurso, mas começou a passar mal logo em seguida.
O homem desmaiou em frente à loja de répteis Ben Siegel Reptiles, onde ocorria o evento. Archbold foi declarado morto após ser levado a um hospital.
O prêmio do concurso era uma cobra píton avaliada em US$ 850.

Fonte: G1

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Espanhola pega perpétua por matar e picar marido e namorado

A espanhola Goidsargi Estibaliz Carranza Zabala, 34 anos, é condenada à prisão perpétua em um tribunal de Viena. Ela é acusada de matar dois homens e cortar seus corpos em pedaços,Os crimes aconteceram em 2008 e 2010.A espanhola ficou conhecida como "Esti" ou "a assassina com cara de anjo". Goidsargi cumprirá a pena em um estabelecimento psiquiátrico.

  A ré é escoltada na chegada ao tribunal onde ouviu sua sentença



Fonte-Terra


Boato de tentativa de suicídio de Bruno interrompe júri por 20 minutos


Um boato divulgado na tarde desta quinta-feira (22) dava conta de que o goleiro Bruno Fernandes teria tentado suícidio dentro da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, Minas Gerais, mesma cidade em que o júri do caso Eliza Samudio está sendo realizado. O boato causou tensão no Fórum de Contagem, onde o julgamento chegou a ser interrompido por cerca de 20 minutos pela juíza Marixa Fabiane. Ela dispensou os jurados por alguns minutos, por volta de 16h10, e disse a todos no tribunal se manterem em silêncio sobre qualquer notícia ou informação, por já saberem do que se tratava, referindo-se ao boato. A sessão já havia sido retomada, às 16h45 desta quinta.
O boato foi desmentido pela Secretaria de Defesa Social de Minas Gerais. Segundo a secretaria, o diretor-geral do presídio, Luiz Carlos Danunzio, confirmou que Bruno está bem. A secretaria disse que Danunzio chegou a ir até o pavilhão onde o atleta está para verificar seu estado de saúde. A tensão ocorreu durante o depoimento da ex-namorada do goleiro, Fernanda Gomes de Castro.
Do lado de fora do tribunal, o falso boato também causou confusão. Jornalistas cercaram o advogado Lúcio Adolfo, defensor do goleiro Bruno, para saber informações sobre o caso. Ele seguiu para trás de um portão fechado, na entrada do fórum, protegido por policiais militares.
Ex-namorada de Bruno depõe
Fernanda, que estava sendo interrogada, às 16h45 desta quinta, confirmou parte do depoimento dado por Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão.
Ela disse que Macarrão, que como ela é réu no processo sobre cárcere privado e desaparecimento de Eliza, usou seu carro, um Gol, por cerca de 20 minutos. Macarrão afirmou em seu depoimento ter levado de carro a ex-amante do jogador, Eliza, até um local indicado pelo goleiro, em Belo Horizonte, onde a jovem entrou em um Palio. "Ele ia levar ela para morrer", afirmou o réu.
Durante o interrogatório, Fernanda disse ter sido informada por Macarrão que a ex-amante de Bruno havia sido agredida pelo primo do goleiro, Jorge Luiz Rosa, num momento anterior ao episódio do carro. "Ele [Macarrão] e Jorge foram encontrar com Eliza para negociar uma dívida. Ele disse que houve uma briga no carro entre Jorge e Eliza por causa de algo que Eliza teria dito algo sobre o jogador que não agradou Jorge", disse.
A ex-namorada afirmou, ainda, que ficou com o bebê de Eliza por alguns momentos e que chegou a fazer mamadeira para ele. "Fiz a mamadeira e troquei a fralda e a criança parou de chorar. Depois disso, subi para o o quarto de Bruno e ele dormiu. Neste momento, não vi a Eliza. Tive vontade de falar com a Eliza, mas fiquei com medo de ela falar meu nome para a mídia", disse. O episódio ocorreu antes do desaparecimento da ex-amante, segundo Fernanda, que ressaltou que Eliza agradeceu por ela ter cuidado da criança.
Quarto dia de julgamento
O quarto dia do júri do caso Eliza Samudio no Fórum de Contagem começou por volta das 14h30 desta quinta-feira com o depoimento da ré Fernanda. Ela e Bruno foram namorados na época em que Eliza desapareceu, em junho de 2010.
No processo, Macarrão é acusado de homicídio triplamente qualificado contra Eliza, sequestro e cárcere privado e ocultação de cadáver. Já a ex-namorada de Bruno é acusada de sequestro e cárcere privado de Eliza e de Bruninho. Ambos negam.
Terminado o depoimento de Fernanda na chamada fase de instrução, em que as provas são apresentadas, terão início os debates, com apresentação de argumentos de acusação e defesa para tentar convencer os jurados.
Bruno ficou 'decepcionado'
O advogado do goleiro Bruno, Lúcio Adolfo, disse que o atleta ficou "decepcionado" ao saber nesta quinta (22) das declarações dadas pelo réu Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, no julgamento do caso Eliza.
Macarrão afirmou, em depoimento à juíza Marixa Fabiane, que à época do caso, ocorrido em junho de 2010, levou a ex-amante do jogador de carro até um local indicado pelo goleiro, em Belo Horizonte, onde a jovem entrou em um Palio. "Ele [Bruno] ia levar ela para morrer", disse.
O defensor, junto com os advogados Francisco Simim e Tiago Lenoir, foi à Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, por volta de 11h30 contar a Bruno sobre o interrogatório de Macarrão, que terminou na madrugada desta quinta. "[Ele] reagiu com tristeza, mas entendeu que Macarrão está pressionado", disse. Adolfo reforçou que o goleiro não chorou, mas "ficou chateado, decepcionado, pela amizade que existia entre os dois".
Macarrão relatou à juíza que não sabia o que iria acontecer com Eliza, mas que "pressentia" que a jovem seria morta. Ele afirmou ainda que alertou Bruno sobre o que podia acontecer, mas que o goleiro pediu para ele largar "de ser bundão". "Falou que era para deixar com ele", disse o réu antes de começar a chorar no plenário.
Em entrevista, o advogado Adolfo disse que quer incluir Macarrão como testemunha quando for realizado o novo julgamento do goleiro Bruno, no dia 4 de março de 2013. Ele cogita, inclusive, pedir uma acareação entre os dois.
"A situação de ontem foi atípica, pois o Arteiro [advogado de acusação] ficou em cima do Macarrão", disse Simim, também defensor do goleiro.
'Não sou esse monstro'
Antes de falar ao júri, na madrugada de quinta-feira, Macarrão ouviu a leitura da denúncia contra ele e disse para juíza Marixa que a acusação "em partes é verdade". Ele disse não ter falado, em depoimentos anteriores, tudo que sabia sobre Eliza. "Quero deixar bem claro para a senhora que eu não sou esse monstro que as pessoas colocaram", disse Macarrão. "E hoje eu vou falar tudo que a senhora queira ouvir da minha boca e colaborar com a verdade dos fatos".
Macarrão disse que Bruno conheceu Eliza Samudio durante uma "orgia" e que, tempos depois, o goleiro contou que achava que a jovem estava grávida. O réu afirmou que não levou Bruno a sério, mas que o goleiro iria encontrar Eliza para conversar. Meses mais tarde, o atleta retomou o assunto e confirmou que "a garota estava grávida mesmo".
O réu disse que Bruno estava estranho ao telefone, no dia 10 de junho de 2010, e que o jogador pediu que ele levasse Eliza Samudio até um ponto da Pampulha, onde teria uma pessoa esperando por ela. "Ele falou que ia...", começou a contar. "Antes de dizer o que ele ia fazer, eu quero dizer que eu disse pra ele deixar aquela menina em paz".
Mais tarde, questionado se estava mais aliviado por contar o que aconteceu, Macarrão respondeu: "Eu guardei tudo isso. Eu não aguentava mais, eu não sou esse monstro que todo mundo colocou [...] Se tem alguém aqui que acabou com a vida, foi ele [Bruno] que acabou com a minha vida".
"Graças a Deus eu tirei esse fardo carregado há dois anos das minhas costas. Eu não quis prejudicar ninguém nesse processo", disse Macarrão ao final do interrogatório. "Eu ponho a cabeça no travesseiro tranquilo de que eu fiz tudo para evitar isso [...] Eu não participei".

G1

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Parentes reclamam de demora no atendimento a noivo morto no Rio




A família do sargento da Marinha Fabio dos Santos Maciel, que morreu na madrugada desta segunda-feira (19) durante a festa de seu casamento, na Ilha do Governador, após cair sobre a tulipa de vidro que tinha no bolso, disse nesta terça-feira (20) que houve negligência no atendimento médico a ele. As informações são do RJTV.

Ao tropeçar, Fabio foi ferido pelos cacos de vidro do copo, que atingiram a veia femoral. Essa veia direciona ao coração todo o sangue que sai da perna.
Após o acidente, familiares o levaram a uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) no Cocotá, na Ilha do Governador. Mas os parentes foram informados que a UPA não tinha recursos para socorrê-lo.
O sargento, então, foi levado para o Hospital Paulino Werneck, também na Ilha do Governador. Segundo a família, Fabio chegou com vida ao hospital, mas houve demora no atendimento. "Os médicos estavam descansando e não fizeram nada. Foi preciso que um outro colega deles chegasse e fizesse um alvoroço lá dentro", afirmou Antônio Marcos Salazar, cunhado de noivo.
A secretaria municipal de Saúde informou que Fabio já chegou morto ao Hospital Paulino Werneck. A secretaria estadual de Saúde disse que a enfermeira de plantão na UPA recomendou que a transferência para o hospital municipal devido à gravidade do caso.
O dono da casa de festas onde o casamento de Fabio com sua noiva, Geise Guimarães, era celebrado disse que, no momento do acidente, todos os convidados já tinha saído, e que o noivo provavelmente queria levar de recordação a taça de champanhe usada pelo casal no brinde.
"Ele se despediu de todo mundo. Era uma pessoa extrovertida. Ele atravessou a rua, foi brincar com a sobrinha e uma madrinha. Foi quando ele caiu", disse Rodrigo Gonzales.
O corpo de Fabio dos Santos Maciel foi embalsamado e levado num voo da Marinha para Manaus, capital do Amazonas, onde vivem seus parentes. Geise também viajou para Manaus, onde acontecerá o enterro do corpo de Fabio nesta quarta-feira (21).


Fonte G1