quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ladões suspeitos de matar bancário teriam cometido latrocínio

A Delegacia de Homicídios de Goiânia recebeu nesta quarta-feira (16) pessoas que foram fazer o reconhecimento do homem suspeito de matar o bancário Delclécio Azevedo Neto, no último domingo (13), dentro de um banco em um cruzamento movimentado da região Sul de Goiânia. Segundo a polícia, depois que foram divulgadas as imagens do circuito de segurança da agência e da galeria onde ocorreu o assalto, o criminoso passou a ser suspeito de vários outros crimes. A polícia informou que possíveis vítimas reconheceram o suspeito como autor de roubo de carros e de saidinhas de bancos.
O homem já é suspeito de matar uma diarista que tinha acabado de sacar cerca de R$ 1.500 em uma agência da Avenida Jamel Cecílio, no Jardim Goiás, no dia 14 de setembro. Segundo a delegada, todas as acusações vão investigadas pela Polícia Civil.
“Nós estamos encaminhando essas pessoas à Delegacia Estadual de Furtos e Roubos de Veículos Automotores, onde os inquéritos estão em andamento, e também à Deic, que dá continuação às investigações a esses tipos de crimes ligados a agências bancárias”, afirma.
Assalto
Novas imagens da ação que resultou na morte do bancário foram divulgadas nesta quarta-feira. As imagens mostram primeiramente que o suspeito está sozinho dentro do banco, utilizando um caixa eletrônico. Depois ele sai e cruza com a vítima, que está entrando no banco. Deoclécio vai até o caixa eletrônico e o assaltante entra novamente na agência já portando uma arma.
As imagens mostram também que o assaltante ameaça o homem e toma a carteira dele. Logo após, a vítima reage tentando reaver a carteira. Em seguida o criminoso atira contra Deoclécio, que ainda sai andando da agência e cai morto do lado de fora.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!