terça-feira, 4 de outubro de 2011

Sogra é presa sob suspeita de tentar matar a nora

Após ser atingida, mulher fugiu e sofreu acidente
Uma mulher foi presa sob a suspeita de tentar matar a tiros a sua nora, uma grávida de 28 anos, na última quinta-feira (29), em São José dos Campos, em São Paulo. O marido da vítima, investigado por uma possível colaboração no crime, também foi detido. Segundo a grávida, que, mesmo atingida, conseguiu fugir, o motivo da tentativa de assassinato foi a desconfiança da sogra sobre a paternidade do filho que ela espera.
A mulher ficou internada por quatro dias em um hospital da região. Após a alta, Francineri Alves afirmou nesta segunda-feira (3) que foi baleada seis vezes pela sogra quando estava dentro do seu carro, sendo que um dos tiros quase atingiu o bebê que está esperando. "A mãe dele [do marido] já veio com uma arma na minha frente. Ela disparou tudo o que ela tinha de munição e ele bem atrás dela, olhando. Eu fingi que estava morta, caí no banco do passageiro e tentei fugir quando eu vi que eles já tinham ido embora", disse.
Depois de sobreviver aos disparos, Francineri conseguiu ligar o carro e dirigir. O marido e a sogra a seguiram. Tentando escapar, a mulher entrou na contramão da Via Dutra e bateu o carro em um caminhão. Segundo ela, o socorro foi muito rápido. A sogra e o marido foram presos.
Investigações
O inquérito policial deve ser concluído ainda nesta semana e encaminhado à Justiça. Francineri está acompanhando as investigações para saber o que vai ser feito com os suspeitos de terem tentado matá-la. "Espero que se faça justiça e que eles me deixem em paz para eu recomeçar minha vida com os meus filhos", disse.
O advogado de defesa de mãe e filho presos afirma que eles são inocentes e que as prisões são arbitrárias.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!