terça-feira, 25 de outubro de 2011

Processo para apurar denúncias contra Orlando Silva tem início no STF

A ministra Cármen Lúcia tomou, nesta terça-feira, as primeiras providências para a tramitação, no Supremo Tribunal Federal, do inquérito aberto a pedido do procurador-geral da República para investigar as suspeitas de envolvimento do ministro do Esporte, Orlando Silva, em esquema criminoso de desvio de recursos públicos, com base em convênios firmados por ONGs com o Ministério.
A ministra-relatora do inquérito (Inq 3333) solicitou ao Superior Tribunal de Justiça que envie, para sua análise, o inquérito que lá corre, onde o atual governador do Distrito Federal, o ex-ministro do Esporte Agnelo Queiroz, é também indiciado.
O advogado de Orlando Silva, Antonio Carlos de Andrade Castro, o Kakai, esteve com a ministra Cármen Lúcia, a fim de se inteirar dos autos, e afirmou ser a favor de que seja dada publicidade ao inquérito, até por que foi o próprio ministro Orlando Silva que pediu para ser investigado.
A ministra-relatora deu prazo de 10 dias ao Tribunal de Contas da União, à Corregedoria-Geral da União e ao Ministério dos Esportes para que enviem a documentação existente a respeito das denúncias publicadas pela imprensa, e que fundamentaram o pedido de abertura do inquérito pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. 
Fonte: Jornal do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!