quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Mãe, de 48 anos, era mantida em cárcere privado por filho em Brasília

Um rapaz de 18 anos foi preso em flagrante na tarde desta quarta-feira (5/10) suspeito de manter a mãe, de 48 anos, em cárcere privado no apartamento onde moram, na quadra 911 da Asa Norte. Acionados pelo porteiro do prédio, paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encontraram a mulher muito debilitada, machucada e sem conseguir falar. Os bombeiros e a polícia também foram chamados. Dentro do apartamento havia muito lixo, um pedaço de papelão sujo de sangue e R$ 110 mil em espécie. A vítima foi encaminhada ao Hospital de Base e não corre risco de morrer.

Segundo o porteiro do local, mãe e filho moram na residência, que possui um quarto. O homem contou que não via a moradora há pelo menos 15 dias e no início da tarde de hoje o filho desceu do apartamento com a mãe muito machucada. Ele pediu ajuda para colocá-la dentro do carro. "Falei que era o caso de chamar os bombeiros, mas ele não quis e voltou com ela para o apartamento", explicou o porteiro, que preferiu não se identificar.

Diante da recusa do jovem, o porteiro acionou o Samu. A mulher foi encontrada no corredor, sem forças até para falar. Os paramédicos notaram um forte cheiro vindo do apartamento e tentaram entrar. O rapaz não permitiu  e a polícia e bombeiros foram acionados. Dentro do apartamento havia muito lixo espalhado, o que explicava o odor, e a grande quantia de R$ 110 mil.

À polícia, o garoto contou que o dinheiro vem da pensão que a mãe recebe do pai dele e do salário, apesar de estar afastada do serviço público. O filho foi encaminhado à 2ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte. A polícia vai investigar a origem do dinheiro. O rapaz será autuado por cárcere privado.
Fonte: Correioweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar !!!!!!